10/06/2015 - 19h30

Comissão aprova renovação de carteira de motorista em qualquer estado

Divulgação
Clarissa Garotinho
Clarissa Garotinho: não há necessidade de se renovar a certeira no local de residência porque o Denatran conta com banco de dados que registra toda a vida do condutor.

A Comissão de Viação e Transportes aprovou nesta quarta-feira (10) proposta que permite a renovação da carteira nacional de habilitação em qualquer estado brasileiro. A medida está prevista no Projeto de Lei 4670/12, do deputado Paulo Foletto (PSB-ES), e recebeu parecer pela aprovação da relatora, deputada Clarissa Garotinho (PR-RJ).

Atualmente, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB - Lei 9.503/97) estabelece que o exame de aptidão física e mental, necessário à renovação da carteira, seja realizado no local de residência do motorista. Esse exame é pré-requisito para a obtenção da licença e deve ser renovado a cada cinco anos ou, no caso dos condutores com mais de 65 anos, a cada três.

Banco de dados
Clarissa Garotinho observou que não há necessidade de a renovação ser feita no lugar de residência porque o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) conta com um banco de dados capaz de registrar toda a vida do condutor – o Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach). “Se o Denatran dispõe de um sistema integrado, não se justifica a exigência de que a renovação se dê em clínica próxima ao domicílio do examinado. Se os resultados da avaliação realizada estão disponíveis no Renach, o Detran do estado do examinado não encontrará nenhuma dificuldade em acessá-los, bastando que a taxa de renovação seja recolhida naquele estado”, disse a relatora.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Regina Céli Assumpção

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Marcos | 12/06/2015 - 19h06
Achei bem legal agora bem que podiam aumentar a capacidade da Cnh B para umas 4 toneladas ou mais, até porque tem pick ups que pesam mais de 3,5 t e ficamos sem poder dirigir, comprar e etc..
William Carrilho Gomes | 11/06/2015 - 10h55
Parabéns, afinal a CNH vale em todo o país.
Aldo Borges Proença | 11/06/2015 - 09h31
Parabéns pois com a imensidão territorial brasileira tem que favorecer a todos desde que com segurança.