16/07/2019 - 17h12

Maia espera apoio para aprovar ‘PEC paralela’ da reforma da Previdência

Expectativa é que o Senado reinclua estados e municípios, e essa parte nova seja enviada para votação na Câmara dos Deputados

TV Câmara
deputado rodrigo maia
Maia: déficit nos estados e municípios vai crescer R$ 40 bi em quatro anos

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que deputados de todos os partidos precisam colaborar para aprovar as alterações que o Senado fizer na reforma da Previdência. A expectativa é que o Senado reinclua estados e municípios e encaminhe as modificações à Câmara por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) paralela. Maia se reuniu nesta terça-feira com diversos parlamentares para fazer um balanço sobre a aprovação da reforma.

“A única coisa que vai precisar, quando voltar para Câmara, é que os partidos de todos os governadores colaborem, se não a gente vai ter dificuldade de aprovar. A gente vai precisar que o PT, PSB e PDT ajudem a aprovar a PEC paralela, se não vai ter obstrução”, disse.

Rodrigo Maia disse esperar que estados e municípios sejam reinseridos na reforma, para que possam corrigir o déficit previdenciário. Na avaliação do presidente, o déficit nos entes federados vai crescer mais R$ 40 bilhões nos próximos quatro anos, o que diminui a capacidade de investimento e de pagamento.

“Sou a favor que se reorganizem os sistemas, mas tem o debate político, e não podemos deixar de dar clareza a isso: há estados que governadores querem a inclusão dos seus estados, mas os deputados estão votando contra”, afirmou o presidente.

> Entenda a tramitação da proposta de reforma da Previdência

O presidente avaliou ainda que mantém as negociações com os parlamentares e os líderes para garantir a vitória da PEC no segundo turno. Segundo ele, alguns destaques quase foram aprovados e isso poderia gerar uma perda de economia muito grande. Maia afirmou que os articuladores da reforma não podem errar no quórum e nos destaques.

Rodrigo Maia explicou ainda que, tirando o impeachment e o quórum para posse e eleição para a presidência da Casa, a reforma da previdência teve o maior quórum da história numa votação de uma proposição.

Ouça esta matéria na Rádio Câmara

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

João Luiz Romão | 23/07/2019 - 13h27
Idade de 65 anos para é injustiça e beira a exploração. muitos perto dessa idade já desenvolvem inúmeros problemas de saúde. Em nosso país o acesso à saúde pública é precário. Deixem os estados e Municípios fora da Reforma. Os servidores não são os culpados. Faltam 7 meses para me aposentar. Tenho 38 anos de contribuição. 57 anos. Vou ter que trabalhar até os 65 anos? Já cumpro um pedágio de 2003. Vou cumprir outra Regra de Transição? É injusto e desproporcional.
daniEL | 22/07/2019 - 09h53
A propósito, quero aproveitar a chance e parabenizar/agradecer a coragem, o senso d preocupação com o País, o desejo d corrigir desmandos e enfrentar a velha política e os ali-babás, q se acham "caciques", pq lutam desenfreadamente para manter a velha política mantendo as inúteis e nada benéficas estruturas partidárias q servem para defender os interesses d alguns e não do País: meus parabéns/obrigado/sucesso e conte comigo à Dep Tabata (e + demais corajosos q enfrentaram seus partidos pra votar com o BR!). Graças a Deus por essa coragem e senso d justiça! Deus os abençoe, em nome d Jesus!!!
daniEL | 19/07/2019 - 23h18
A propósito, quero aproveitar a chance e parabenizar/agradecer a coragem, o senso d preocupação com o País, o desejo d corrigir desmandos e enfrentar a velha política e os ali-babás, q se acham "caciques", pq lutam desenfreadamente para manter a velha política mantendo as inúteis e nada benéficas estruturas partidárias q servem para defender os interesses d alguns e não do País: meus parabéns/obrigado/sucesso e conte comigo à Dep Tabata (e + demais corajosos q enfrentaram seus partidos pra votar com o BR!). Graças a Deus por essa coragem e senso d justiça! Deus os abençoe, em nome d Jesus!!!