10/07/2019 - 20h43

Maia ressalta protagonismo do Parlamento na “votação histórica”

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Votação do texto-base da PEC 6/2019 - Reforma da Previdência
Rodrigo Maia: a solução para os problemas passa, necessariamente, pela política

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que a votação da reforma da Previdência foi histórica e defendeu o protagonismo do Parlamento no fortalecimento da democracia. O texto-base da reforma foi aprovado com 379 votos favoráveis. Em discurso no Plenário antes do anúncio do resultado, Maia afirmou que o Congresso e o STF têm sido atacados de forma exagerada e ressaltou que ninguém investe em um País que ataca as instituições.

Rodrigo Maia ressaltou que as mudanças no Brasil passam pelo Parlamento e que a solução para os problemas passa, necessariamente, pela política.

“Nossos líderes são desrespeitados, são criticados de forma equivocada, mas são esses líderes que estão fazendo as mudanças no Brasil. O “centrão”, que ninguém sabe o que é, mas é o “centrão” que está fazendo a reforma da Previdência”, disse.

Segundo Rodrigo Maia, a reforma vai combater privilégios e o sistema deficitário da Previdência Social. Ele reforçou a necessidade de reorganizar as despesas públicas brasileiras.

“Oitenta por cento de tudo o que se arrecada é gasto com pessoal e Previdência. O México gasta 45%, o Chile gasta 43%, os EUA gastam 70%. Então, tem alguma coisa errada no gasto público brasileiro. Não acho que vamos melhorar as qualidades da educação brasileira privilegiando as aposentadorias”, afirmou.

Maia defendeu maior eficiência no setor público e disse ainda que a reforma tributária vai simplificar a tributação no País para garantir mais investimentos.

“Acabaram as carreiras, todos entram ganhando quase no teto de serviço público. Os salários no setor público são 67% maiores do que no setor privado, com estabilidade e pouca produtividade. E é isso que a gente precisa combater, e é esse desafio o que nós precisamos enfrentar o serviço público de qualidade”, criticou Maia.

Ouça esta matéria na Rádio Câmara
Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

daniEL | 11/07/2019 - 18h33
(cont. 3/3) E tudo isso só chegou a esse ponto, por causa d UM dep em específico, q, alegando ter - coitadinho - se confundido com o botão da votação, derrubado a tentativa anterior d aprovação deste problema q já era pra ter sido resolvido há anos, mas q a omissão dos demais deps ao longo d décadas tem nos afrontado. E o STF não é d todo ruim! Tem alguns bons ministros lá (C.L., E.F., L.F., B., A.M.) q QUASE SEMPRE demonstram gde senso d justiça, mas se omitem em outros. Pelo fim imediato desse ENORME PAQUIDERME q é a Câmara, eu voto SIM! Reforma Política JÁ, em nome d Jesus!!!
ED | 11/07/2019 - 17h38
FORA DITADOR RODRIGO MAIA QUE NÃO ACEITA OPINIÃO CONTRÁRIA,NÃO RESPEITA COLEGAS DEPUTADOS, É PARTIDÁRIO DEFENDENDO ALGUNS E PARCIAL CONTRA OUTROS.ELE NÃO PODERIA COMANDAR A VOTAÇÃO PORQUE NÃO É ISENTO.ELE NÃO ABRE MÃO DA PRÓPRIA APOSENTADORIA ESPECIAL E FALA PARA OUTROS FAZEREM A DOAÇÃO DO SACRIFÍCIO, MAS ELE NÃO. RODRIGO MAIA DEMONSTRA ATITUDES ANTIDEMOCRÁTICAS E NUNCA SERÁ PRESIDENTE DA REPÚBLICA.NÃO PODE SER.
L | 11/07/2019 - 15h12
O PROTAGONISMO DO RODRIGO MAIA É SER CONTRA A EDUCAÇÃO.Mas com esse protagonismo vem Arthur Maia DEM,Marcel NOVO,Samuel Moreira porque eles fazem discurso falando de salário e carreira, mas depois VOTAM CONTRA A EDUCAÇÃO.O MAIOR PROTAGONISMO CONTRA A EDUCAÇÃO É DO PSL E DO NOVO.MAS HÁ OUTROS CONTRA EDUCAÇÃO:SOLIDARIEDADE,CIDADANIA,AVANTE,PSDB, PATRIOTAS AVANTE,DEMOCRATAS,GLOBO NEWS11/07-14h:estavam apresentando sobre o tema(uma comentarista idosa,talvez jornalista,chamaram-na Ana que fez comentários contra educação). NÃO FALAM DO ROMBO AO TIRAR MILITAR.GLOBO TEM PATROCÍNIO FEDERAL?SOU CONTRA