04/07/2019 - 00h10

Maia diz acreditar já haver votos para aprovar reforma da Previdência no Plenário

Por ser uma proposta de emenda à Constituição, são necessários 308 votos favoráveis, em dois turnos. Texto, no entanto, ainda precisa ser aprovado em comissão especial

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Presidente da câmara, dep. Rodrigo Maia (DEM-RJ), fala sobre a inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência
Rodrigo Maia: "Há mais votos do que eu imaginava"

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse agora à noite que considera já haver votos necessários para aprovar a reforma da Previdência (PEC 6/19) no Plenário. São necessários 308 votos em dois turnos para o texto ser aprovado na Câmara. “Não gosto de falar número, mas há mais votos do que eu imaginava”, afirmou.

Ao ser questionado se o número seria maior que 325 deputados – margem mínima sugerida pelo presidente para colocar o texto em votação, Maia respondeu que seria “um pouco mais”.

Segundo ele, os deputados querem votar o texto antes do recesso parlamentar, que se inicia em 18 de julho, de acordo com a Constituição. “Quando se forma uma maioria e essa maioria quer votar, a gente vota”, comentou.

O presidente acrescentou que a Câmara tem trabalhado a favor da aprovação do texto. “Essa reforma seria aprovada em 2060 se não fosse o compromisso das deputadas e dos deputados.”

Antes de ir para o Plenário, a proposta tem de ser aprovada pela comissão especial responsável pela análise da matéria.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Tiago Miranda
Edição - Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

daniEL | 09/07/2019 - 09h23
RodriMaia e Câmara querem aprovar a PEC antes do recesso. kkkkk... Do jeito q está, eu até entendo isso! Fácil pra esse bando d COVARDES aprovar a PEC sem Estados e Municípios e depois sair pra formar QUADRILHA nas festas do NE. Se eu fosse a PF baixaria lá nessas festas e faria arrastão levando boa parte da quadrilha presa, mas em cadeias d vdd! Se o Maia é tão bom como acha q é, coloque o texto pra votar com UFs e Municípios e aí sim, teremos a hora da VERDADE, pra ver se a Câmara merece (ou não) algum crédito nessa aprovação!!! REFORMA POLÍTICA URGENTE, PRA ONTÉM, em nome d Jesus!!!
Chedes Pacheco da Silva | 07/07/2019 - 12h32
Os que produzem riquezas, foram os mais penalizados, os pobres CLTs.
AGNALDO SANTOS CARVALHO | 05/07/2019 - 08h23
Até que enfim um presidente que tem a coragem de fazer o que deve ser feito. O Brasil ainda é um país repleto de povo preguiçoso, que só pensa em se aposentar cedo e ficar mamando na teta do governo, enquanto homens de sucesso trabalham até seus 70, 80, 90 anos para dar renda e emprego para um país de gente mórbida e depois ainda são os vilões. O Brasileiro tem que trabalhar mais sim. se estão preocupados com quanto irão ganhar após se aposentarem, trabalhem duro então para fazer seu próprio futuro rentável. Existem diversos meios para isso.