01/12/2017 - 15h03

Comissão aprova piso salarial de vigilantes

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Homenagem à Semana Farroupilha. Dep. Assis Melo (PCdoB - RS)
Para Assis Melo, a proposta valoriza os trabalhadores da área de segurança privada

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou o Projeto de Lei 7042/17, dos deputados Nelson Pellegrino (PT-BA) e Erika Kokay (PT-DF), que fixa piso salarial para vigilantes em três mil reais.

Relator da matéria, o deputado Assis Melo (PCdoB-RS) disse que o projeto valoriza os profissionais da vigilância privada. “O rigoroso controle sobre as empresas de segurança, fiscalizadas pela Polícia Federal, e os requisitos de formação profissional sinalizam que a atividade é essencial e que seus trabalhadores merecem receber um salário condigno”, ressaltou.

Pelo texto, o salário-base da categoria será reajustado anualmente, no início de janeiro, com correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A proposta altera a Lei nº 7.102/83, que trata da segurança de estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores.

Tramitação
A proposta será analisada de forma conclusiva pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Emanuelle Brasil
Edição – Sandra Crespo

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Benito | 17/05/2019 - 11h45
Trágico e hilário ao mesmo tempo. Esperar receber reconhecimento, e um aumento digno, sabendo que o novo presidente é contra isso. Deixou bem claro na eleição, que patrão tem que ganhar dinheiro, e funcionários, trabalharem. Salários mínimos e sem benefícios, como férias décimo terceiro, entre outras coisas. Lamentável, mas ainda tem pessoas iludidas com mentiras.
flavio rosendo da silva sobrinho | 03/04/2019 - 16h42
Achei que com o Bolsonaro nosso novo presidente isso ia ser aprovado mais rápido e nos teríamos um salário digno mas parece que nada muda para segurança privada no Brazil vamos rezar para ter esse almento pois tá difícil defender o que não e nosso e correr riscos de vida por salário miserável baixo
ricardo | 18/03/2019 - 10h39
Vai fazer 3 anos que foi aprovado na comissão o peso salarial do vigilantes que foi aprovado na comissão até agora nada está na comissão e agora está comissão do e justiça e cidadania para aprovado