04/05/2012 - 17h55

FGTS poderá ser usado para construção de templos religiosos

Arquivo/ Reinaldo Ferrigno
Aguinaldo Ribeiro
Aguinaldo Ribeiro: Estado valoriza papel das instituições religiosas.

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 3044/11, do deputado licenciado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que prevê a aplicação dos recursos do Fundo de Garantia doTempo de Serviço (FGTS) para construção de templos religiosos. O autor argumenta que o Estado brasileiro, embora seja laico, valoriza o papel social desempenhado pelas instituições religiosas.

Segundo o parlamentar, muitas atividades desempenhadas pelos religiosos têm total consonância com a ação estatal. “Esses locais são agências de cidadania e de fomento da participação comunitária, bem como colaboram decisivamente para a saúde física, emocional e, com exclusividade, da saúde espiritual da população”, justifica.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem - Oscar Telles
Edição – Maria Clarice Dias

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

CELSO | 06/05/2012 - 11h08
Isso seria um ABSURDO TOTAL, um gritante mau uso dos recursos do FGTS. O dinheiro para a construção dos templos deve vir da contribuição dos fiéis.
ALMIR MESSIAS PINA | 05/05/2012 - 17h29
Até quando alguns parlamentares continuarão fazendo demagogia com os recursos do FGTS, que a cada dia perde a sua função original. Essa é uma proposta estapafúrdia, produto de um legislador que não tem a menor noção do papel do Estado e da Constituição. Espero que seja rejeitada na CCJ.
Kenndel Zuanazzi | 05/05/2012 - 16h11
Ridículo! Eu sou ateu. Não quero disponibilizar a minha parte pra nenhuma religião. Por isso que a laicidade do estado está prevista na constituição, para não ocorrer o abuso no congresso de uma maioria religiosa decidir por todos em prol da religião, sobrepondo-se ao interesse público. Cada religião que se vire com seus templos.