08/02/2019 - 18h12

PSL mira em corte de gastos para garantir o “básico”, diz líder

Delegado Waldir defende reforma da Previdência para o Estado poder investir em saúde, educação e segurança pública

Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Reunião Ordinária. Dep. Delegado Waldir (PR - GO)
Deputado Delegado Waldir: “Fazendo a reforma da Previdência, teremos, sem dúvida nenhuma, um ambiente mais propício nesta Casa para discutir outras reformas"

O novo líder do Partido Social Liberal, Delegado Waldir, de Goiás, afirma que a prioridade do PSL é garantir o básico à população, e que para isso será necessário que o Estado corte gastos.

“Para que a gente possa dar o básico, que o cidadão mais quer: a saúde, a educação, a segurança e o emprego, nós temos que, sem dúvida nenhuma, cortar gastos. E esse caminho, é o caminho da reforma da Previdência, que é inadiável”, disse.

Segundo ele, além de ser um pedido do mercado financeiro, a reforma da Previdência é uma necessidade para a sociedade. E por isso é mais importante que outras medidas e reformas que o governo também quer propor, como a tributária.

“Fazendo a reforma da Previdência, teremos, sem dúvida nenhuma, um ambiente mais propício nesta Casa para discutir outras reformas. A da segurança pública, que já está chegando, a tributária. São todos caminhos que nós iremos trilhar durante esse mandato”, disse o líder.

Atualmente o PSL é o segundo maior partido da Câmara, um a menos do que o PT, e foi o partido que mais cresceu na última eleição. Passou de 8 deputados na última legislatura para 53 na atual.

Reportagem – Nicole Mattiello
Edição – Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'