28/10/2018 - 19h51

Bolsonaro é o 2º presidente eleito durante o exercício do mandato de deputado federal

Jair Bolsonaro está em seu sétimo mandato de deputado federal

Jair Bolsonaro. Banner eleições 2018

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, é o segundo político eleito presidente da República durante o exercício do mandato de deputado federal. O primeiro foi Jânio Quadros, que era deputado federal pelo Paraná quando se elegeu presidente em 1960.

Cinco políticos viraram presidentes enquanto exerciam mandato de senador: Prudente de Morais, eleito em 1894; Epitácio Pessoa, em 1919; Washington Luís, em 1926; Getúlio Vargas, em 1950; e Fernando Henrique Cardoso, em 1994.

Para o professor de História da Universidade de Brasília (UnB) Antônio Barbosa, a experiência parlamentar pode ser uma aliada do novo presidente. "Quem tem uma experiência no Legislativo leva muita vantagem: conhece o processo legislativo, sabe como funcionam as negociações – que são a razão de ser da própria democracia representativa. Isso facilitará fatalmente o seu governo, as propostas que ele quer apresentar ao Congresso Nacional", afirma.

Negociação
Antônio Barbosa alerta, no entanto, que a experiência deve ser aliada à prática da negociação, já que o Congresso é essencial para que o presidente permaneça no poder. Segundo o professor, a experiência histórica brasileira tem vários exemplos de presidentes que não compreenderam a importância do Poder Legislativo e, por isso, não conseguiram atuar bem com o Congresso.

“Jânio Quadros, que governou apenas sete meses, dizia que era impossível governar com aquele Congresso, tentou dar um golpe e acabou renunciando. A seguir, nós tivemos João Goulart, em dezembro de 1963, que perdeu as condições de governabilidade quando o maior partido com assento no Congresso retirou-lhe o apoio”, disse Barbosa.

“Depois do regime militar, tivemos dois casos emblemáticos. O primeiro deles, de Fernando Collor de Mello, que também perdeu o apoio do Congresso por absoluta incapacidade de negociar. Perdeu o apoio, perdeu o cargo. E, por fim, nós tivemos Dilma Rousseff. Ela não conseguiu interagir com esse Congresso, foi perdendo o apoio e culminou com seu afastamento", afirmou o professor.

Experiência parlamentar
Entre outros ex-presidentes que tiveram experiência parlamentar estão Juscelino Kubitschek e João Goulart, que já tinham passado pela Câmara. E Luiz Inácio Lula da Silva, que foi deputado constituinte.

José Sarney e Itamar Franco eram senadores quando concorreram à vice-presidência da República. Após a morte de Tancredo Neves e o impeachment de Fernando Collor, ambos viraram presidentes. Já Michel Temer foi deputado federal e assumiu a Presidência da República após o impeachment de Dilma Rousseff. Ela não tinha exercido mandatos eletivos até ser eleita presidente.