11/07/2016 - 18h34 Atualizado em 13/07/2016 - 16h00

Eleição do presidente da Câmara está marcada para as 19 horas

A sessão para a eleição do novo presidente da Câmara dos Deputados está marcada para as 19 horas de hoje (13), conforme ato assinado pelo presidente interino da Casa, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), e pelos demais integrantes da Mesa Diretora.

O parlamentar a ser eleito cumprirá, até fevereiro de 2017, o mandato do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que renunciou na última quinta-feira (7) à Presidência da Casa.

Conforme o ato divulgado, foram admitidas candidaturas oriundas de qualquer bancada representada na Câmara e também candidaturas individuais. O prazo para o registro das candidaturas terminou ao meio-dia. 18 deputados chegaram a se candidatar para concorrer ao cargo, mas Heráclito Fortes (PSB-PI), Beto Mansur (PRB-SP), Maria do Rosário (PT-RS) e Fausto Pinato (PP-SP) desistiram da disputa. 

Os deputados puderam retirar a candidatura até as 15 horas. Cada candidato terá 10 minutos para fazer um discurso no Plenário apresentando as suas propostas. A ordem dos discursos será a mesma definida no sorteio das 13 horas. 

Depois disso, terá início o processo de escolha do novo presidente, por meio de votação secreta, registrada nas urnas eletrônicas instaladas no Plenário.

Se nenhum deputado obtiver a maioria dos votos dos deputados presentes no primeiro turno, o segundo turno entre os dois mais bem votados acontecerá uma hora depois do encerramento da primeira votação, e cada candidato terá novamente 10 minutos para falar. Então, quem tiver maior número de votos será eleito.

Em caso de empate, será eleito o candidato mais idoso dentre os de maior número de legislaturas na Casa.

A previsão da Secretaria-Geral da Mesa Diretora é a de que o novo presidente da Câmara será conhecido antes da meia-noite.

Da Redação/João Pitella Junior

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'



Comentários

Sebastião do Carmo Lara | 13/07/2016 - 15h50
Me parece que a única candidata que salva é a ERUNDINA. Mansur, Maia e Rosso são todos fisiologistas e farinha do mesmo saco.
Antonio Carlos Ribeiro | 13/07/2016 - 15h39
Hoje infelizmente se monta mais um circo para eleger o novo presidente da câmara e quando a gente viu a movimentação politica para cassar a presidenta do brasil por motivo de crimes eleitoral nos os cidadãos ficamos feliz porque a gente achava que ali estava enterrando e acabando a corrução,mas a gente enganou porque eu não tinha duvida que o PMDB era muito ruim para o povo brasileiro e este presidente que ai esta consegue ser pior do que o PT e sua turma e o presidente Michel esta dando aumento para todos que não merece e os aposentados e os pensionista e que vão ter que pagar a conta.
Daniel Rocja | 13/07/2016 - 15h36
qualquer um que seja a favor do Brasil,vai ser bem aceito. As minhas intenções seriam o ROsso e Rodrigo maia, candidatos contrários á ex presidente