28/09/2011 - 14h43

Conselho de Ética inicia leitura de parecer prévio sobre caso Valdemar Costa Neto

Começou há pouco a reunião do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar para a apresentação e votação do relatório preliminar do deputado Fernando Francischini (PSDB-PR) sobre o processo disciplinar contra o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP). O relatório prévio analisará apenas a admissibilidade do processo, ou seja, se cabe uma investigação sobre o caso. Neste momento, Francischini lê seu parecer.

Se o conselho aprovar a admissibilidade, será aberto prazo de 10 dias para defesa. Em seguida, são mais 40 dias para a apuração e 10 dias para a elaboração do relatório final.

Denúncias
Valdemar Costa Neto é acusado de suposto envolvimento em irregularidades em contratos do Ministério dos Transportes, comandado pelo PR. O deputado também supostamente teria se envolvido em um esquema de cobrança de propina para a exploração da Feira da Madrugada, localizada em terreno da extinta Rede Ferroviária Federal na capital paulista.

Segundo a imprensa, o empresário Geraldo de Souza Amorim, ex-administrador da Feira da Madrugada, acusou o deputado Milton Monti (PR-SP) de pedir propina para que ele pudesse continuar no comando da feira. Amorim afirmou ter relatado o problema a Valdemar Costa Neto, que teria preferido não se envolver. Milton Monti, no entanto, nega a cobrança de propina. Geraldo de Souza Amorim morreu baleado no último dia 20.

As denúncias geraram representação do Psol e do PPS ao Conselho de Ética contra Valdemar . O deputado está presente na reunião de hoje, que ocorre no Plenário 4.

Continue acompanhando esta cobertura.