16/05/2019 - 10h02

CPI de Brumadinho ouve entidades envolvidas na apuração do desastre

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho (MG) ouve nesta manhã representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), do SOS Mata Atlântica e da Clínica de Direitos Humanos da Universidade Federal de Minas Gerais.

O deputado Rogério Correia (PT-MG), que pediu a realização da audiência, explica que essas entidades já trabalham há algum tempo na apuração das causas e responsabilidades do rompimento da barragem Córrego do Feijão, na cidade mineira de Brumadinho. O parlamentar quer que elas compartilhem com a comissão as informações e os resultados porventura já obtidos.

“Esse olhar das entidades não governamentais e sua profunda dedicação em defesa do meio ambiente e dos atingidos podem trazer a esta CPI contribuições que julgo poder contribuir com o bom andamento e resultado de nossos trabalhos”, afirmou Correia.

Confira a lista completa de convidados 

Relembre
No dia 25 de janeiro, uma barragem de mineração da Vale em Brumadinho se rompeu deixando até agora 240 mortos e 32 desaparecidos.

A lama de rejeitos de minério de ferro atingiu parte do centro administrativo da empresa, a comunidade Córrego do Feijão e o rio Paraopeba, afluente do rio São Francisco.

Depois disso, a Câmara dos Deputados criou uma comissão externa e uma CPI para acompanhar o caso. Além disso, vários parlamentares apresentaram projetos de lei propondo alterações na política de segurança de barragens.

A audiência será realizada no plenário 9, a partir das 10 horas.

Assista ao vivo

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'