27/02/2019 - 15h56

Frente parlamentar quer dar mais atenção à sustentabilidade e ao licenciamento ambiental

No relançamento, nesta quarta-feira (27), da Frente Parlamentar Ambientalista, o cacique Raoni entregou ao novo coordenador, deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP), um manifesto de repúdio à medida provisória 870/19. Ele disse que a medida é uma ameaça aos povos tradicionais porque tira da Fundação Nacional do Índio (Funai) e passa para o Ministério da Agricultura a atribuição de identificar, delimitar e demarcar terras indígenas e quilombolas.

Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Lançamento da Frente, discussão sobre a tragédia do rompimento de barragem em Brumadinho (MG) e apresentação da expedição da SOS Mata Atlântica em Brumadinho
Frente Parlamentar Ambientalista foi relançada nesta quarta-feira

O coordenador da frente na legislatura anterior, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), disse que uma ação no Supremo Tribunal Federal já pede que a medida seja declarada inconstitucional.

Já a deputada Joênia Wapichana (Rede-RR) pediu aos deputados da Frente Ambientalista – que já tem mais de 200 integrantes – que assinem também a Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Indígenas.

Desafios
O novo coordenador da Frente Ambientalista acredita que um dos grandes desafios para este ano é conseguir, em um diálogo com a sociedade civil, resistir às tentativas de diminuir a proteção ao meio ambiente. Ele também espera conseguir pautar projetos importantes no que diz respeito à sustentabilidade.

“Acho que o tema mais relevante é a questão do licenciamento ambiental. Precisamos que os órgãos ambientais estejam bem estruturados para que o licenciamento seja o mais eficiente possível. E que ao mesmo tempo a gente tenha garantias no que diz respeito à qualidade, à segurança e que situações como a recente de Brumadinho não mais se repitam", disse.

Ouça esta matéria na Rádio Câmara

Mário Mantovani, diretor da Fundação SOS Mata Atlântica, defendeu a votação do projeto de regulamentação do lobby (PL 1202/07) para que a sociedade saiba quem está no Congresso, negociando mudanças no licenciamento ambiental, por exemplo.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Ana Chalub

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'