29/03/2016 - 18h38

CPI da Fifa escolhe Laudivio Carvalho presidente e Fernando Monteiro relator

Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Reunião de instalação da comissão e eleição do Presidente e dos Vice-Presidente
Comissão vai investigar denúncias de crimes cometidos por dirigentes da Fifa

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investigará denúncias de crimes cometidos por dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa) foi instalada nesta terça-feira (29). A CPI elegeu o deputado Laudivio Carvalho (SD-MG) para presidente e o deputado Fernando Monteiro (PP-PE) para relator.

“A ideia é colher o maior número possível de acusações, ver o que está errado e corrigir. Está na hora de o Congresso passar a limpo o nosso futebol”, disse o relator.

Também foram definidos: para 1º vice-presidente, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN); para 2º vice-presidente, o deputado Hélio Leite (DEM-PA); e para 3º vice-presidente o deputado Washington Reis (PMDB-RJ). A CPI foi proposta pelo deputado João Derly (Rede-RS).

Situação dos estádios
Na reunião de instalação, Hélio Leite relembrou a má distribuição das sedes e dos recursos na Copa do Mundo de 2014 e afirmou que a CPI elevará o nível do futebol brasileiro. “Desde a Copa, com a má distribuição de sedes, ficaram estádios sem manutenção e que não têm público para ocupá-los”, disse.

Já o deputado Wadson Ribeiro (PCdoB-MG) destacou a importância da CPI para uma melhor organização dos próximos eventos esportivos a serem sediados no País, como as Olimpíadas deste ano.

Investigação
Entre os investigados pela CPI estarão o brasileiro José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Juntamente com outros seis cartolas, Marin foi detido em maio do ano passado, na Suíça, e hoje cumpre prisão domiciliar em Nova York.

Investigação feita pela Justiça dos Estados Unidos aponta para um esquema mundial de propinas e subornos na comercialização de jogos e direitos de marketing de competições de futebol.

A CPI da Fifa é composta por 28 integrantes titulares e mesmo número de suplentes. No Senado, já funciona uma CPI, criada no ano passado, destinada a investigar a CBF e o Comitê Organizador Local da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (COL).

Reportagem – João Vitor Silva
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'