21/05/2019 - 08h44

Processo de adoção no Brasil é tema de seminário na Câmara

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados realiza um seminário nesta tarde sobre a adoção no Brasil. O objetivo do evento é buscar uma melhor compreensão de todo cenário no processo de adoção, como os processos de guarda, a desconstituição do poder familiar, medidas protetivas de acolhimento.

A discussão foi proposta pela deputada Flordelis (PSD-RJ), mãe de 55 filhos, sendo 4 biológicos. “Foi morando na favela do Jacarezinho que adotei, de uma vez, só 37 crianças que sobreviveram a uma chacina que aconteceu na [estação] Central do Brasil”, já explicou Flordelis.

De acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), atualmente cerca de 9 mil crianças aguardam por adoção em instituições de acolhimento de todo o País, mas apenas 7,3% dos pretendentes à adoção aceitariam crianças com mais de 5 anos.

“Assim, as chances de encontrar uma família substituta para aquelas crianças que entram tardiamente no sistema de adoção são bem reduzidas”, lamenta Flordelis, ressaltando que muitas crianças entram no sistema de adoção antes dos 5 anos, mas os entraves processuais são muito demorados.

Foram convidados para participar do seminário, entre outros, a cantora Elba Ramalho e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ambas mães adotivas; o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Ciro Darlan; e o presidente do Instituto da Criança no Rio de Janeiro, Pedro Wernek.

Confira a lista completa de convidados

Participação popular
O evento terá início às 14 horas, no auditório Nereu Ramos.

O debate será interativo e quem quiser poderá enviar perguntas, críticas e sugestões aos convidados por meio do banner abaixo.

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'