01/10/2018 - 12h43

Proposta amplia atuação da Funasa para municípios com até 60 mil habitantes

Hoje a lei limita a atuação do órgão a cidades com até 50 mil habitantes

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Audiência Pública. Dep. Aureo (SD - RJ)
Aureo: Funasa instituiu programas para atendimento de municípios com até 50 mil habitantes por questões meramente políticas

A Câmara analisa o Projeto de Lei 10153/18, do deputado Aureo (SD-RJ), que pretende priorizar a atuação da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) nos municípios que tenham até 60 mil habitantes. O texto altera a Lei 8.029/90.

Segundo o deputado, “por questões meramente políticas” a Funasa instituiu programas para atendimento de municípios com até 50 mil habitantes, o que dificulta o acesso ao saneamento básico para as cidades com população ligeiramente maior.

Aureo afirmou que a proposta foi uma sugestão do prefeito de Guapimirim (RJ). A população da cidade, em 2017, era de 57.921 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda segundo o autor da proposta, a medida acrescenta poucos municípios na área de atuação da Funasa. De acordo com dados de 2017 divulgados pelo IBGE, dos 5.570 municípios do Brasil, 4.905 (88%) têm até 50 mil habitantes. Com mais de 50 mil e até 60 mil, são 122 (2%).

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Rachel Librelon

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'