13/12/2006 - 19h49

Deputados criticam indicação de Luiz Otávio para TCU

Na discussão da matéria, os deputados Chico Alencar (Psol-RJ) e Paulo Rubem Santiago (PT-PE) discursaram contra a indicação do nome do senador Luiz Otávio (PMDB-PA) para vaga no Tribunal de Contas da União (TCU).

Segundo Alencar, o senador sofre denúncias de tráfico de influências, falso testemunho e outras, presentes em inquérito do Ministério Público Federal que está no Supremo Tribunal Federal (STF). Luiz Otávio é acusado de ter dado quitação, em nome da Rodomar Ltda., de sua propriedade, pelo recebimento de 13 balsas de mil toneladas cada uma que não foram construídas e tinham sido financiadas com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de cinco milhões de dólares (R$10,75 milhões).

Ainda de acordo com o deputado, o senador teria assinado notas fiscais falsas emitidas pelos estaleiros Bacia Amazônia S.A. "Este fato é assumido pelo próprio denunciado em investigação no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. Temos duas opções: não aprovar este nome ou não votar esta matéria até que tudo isso seja passado a limpo", afirmou.

Defesa
O deputado Asdrubal Bentes (PMDB-PA) defendeu a indicação do colega senador e criticou o que chamou de pré-julgamento feito pelos deputados. "Há o inquérito, há a acusação, mas ninguém pode ser condenado sem ter direito a sua defesa e a um julgamento", afirmou.

Reportagem - Eduardo Piovesan
Edição - Francisco Brandão


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br
SR


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'