13/12/2018 - 12h30

Parlamentares e comunicadores elogiam caráter democrático da TV Câmara

Emissora completou 20 anos em 2018, com o desafio de se adequar à nova realidade de comunicação trazida pela internet e mídias sociais

Os 20 anos da TV Câmara foram lembrados nesta quinta-feira (13) em sessão solene da Câmara dos Deputados. Parlamentares e comunicadores destacaram a função de transparência da emissora criada em 20 de janeiro de 1998, que transmite principalmente sessões do Plenário e reuniões das comissões, além de programação própria.

A TV Câmara chega hoje a 300 cidades por meio de canais abertos e a 24 milhões de espectadores na televisão paga. O conteúdo produzido ao longo destes anos já recebeu vários prêmios.

Em discurso enviado à sessão solene, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que há 20 anos ninguém imaginaria que a abrangência da emissora alcançaria “tamanha magnitude”. “O trabalho realizado pela TV Câmara levou as atividades legislativas aos mais distantes rincões do País, localidades onde muitas vezes é difícil o acesso a informações qualificadas”, destacou.

Segundo o diretor executivo de Comunicação Social, David Miranda, o desafio agora é se adequar à nova realidade de comunicação veloz e instantânea trazida pela internet e pelas redes sociais. “Esse desafio já vem sendo encarado com muita competência pelos profissionais da Secom [Secretaria de Comunicação Social], que estão produzindo e distribuindo conteúdos em formatos inovadores, buscando alcançar cada vez mais brasileiros”, disse.

Informação e cidadania
O secretário de Comunicação Social, deputado Márcio Marinho (PRB-BA), que sugeriu a sessão solene, classificou a TV Câmara como “canal público de informação e de cidadania”. “Possui um compromisso ao oferecer uma alternativa de boa programação ao cidadão, abordando temas importantes, como a democracia, a defesa do consumidor, a proteção do meio ambiente e o respeito aos direitos do cidadão”, listou.

Ouça esta reportagem na Rádio Câmara

O deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), que também sugeriu a homenagem, disse que as transmissões da TV Câmara tornam o processo legislativo mais transparente e levam o debate de grandes questões para o interior do País. “Ao chegar no Ceará, muitos cearenses afirmavam: eu vi você na TV Câmara. Eu acompanhei o seu debate da reunião da comissão. Tudo isso fazia essa interação, inclusive pautando as rádios no interior do estado”, observou.

Na avaliação da deputada Erika Kokay (PT-DF), o canal da Câmara dos Deputados faz com que o povo brasileiro possa ter conhecimento e possa estar inteirado do que fazem com a vida dele. “É a partir da TV Câmara que o povo brasileiro percebe como sua vida está sendo discutida nestas tribunas, nos tapetes, nos gabinetes”, observou.

Profissionais
Para o deputado Cleber Verde (PRB-MA), ex-secretário de Comunicação, o melhor da TV Câmara são as pessoas, os funcionários. “Desde o cabista, o câmera, o repórter, o jornalista, aquele que faz desta TV uma grande TV e que leva a informação como ela acontece aqui na Câmara”, afirmou.

Jornalista da Casa, Gisele Rodrigues considera desafiador o trabalho exercido diariamente por esses profissionais. “Temos servidores e colaboradores muito competentes e dedicados, que acreditam na importância da comunicação pública e imparcial”, ressaltou.

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'