22/06/2009 - 12h38

Trabalho aprova proibição de vale-transporte em dinheiro

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou na quarta-feira (17) proposta que proíbe a substituição do vale-transporte por dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento.

A comissão aprovou o substitutivo do relator, deputado Milton Monti (PR-SP), ao Projeto de Lei 5393/05, do deputado Mário Negromonte (PP-BA). O substitutivo prevê o vale-transporte apenas para trabalhadores da iniciativa privada, da forma como é hoje. O texto original equipara os servidores aos empregados de empresas privadas.

Milton Monti, no entanto, preferiu excluir da proposta os servidores públicos federais, que já têm uma legislação específica, com a permissão de pagamento do auxílio em dinheiro.

Retrocesso
Apesar dessa alteração, o relator considerou o projeto pertinente por combater ameaças ao vale-transporte existentes atualmente. "A concessão em dinheiro do benefício causaria um retrocesso. Ao receber o dinheiro, o trabalhador acabaria utilizando-o com outras necessidades, como alimentação e moradia", disse.

Monti ressaltou ainda que o projeto combate a comercialização ilegal de vales, o que prejudica todas as partes envolvidas, "exceto os ambulantes, que realizam as compras e vendas dos vales".

Tramitação
O projeto já havia sido aprovado pela Comissão de Viação e Transportes e segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Posteriormente, o texto será analisado pelo Plenário.

Notícias relacionadas:
Comissão rejeita pagamento do vale-transporte em dinheiro
Vale-transporte pago em dinheiro é rejeitado por comissão
Projeto acaba com desconto de vale-transporte no salário

Reportagem - Noéli Nobre
Edição – Wilson Silveira


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

Íntegra da proposta:


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'