21/10/2008 - 16h47

Guido Mantega diz que crise atual só é comparável à de 1929

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou há pouco que a crise internacional atual é a mais forte que sua geração "teve a oportunidade de vivenciar". Durante comissão geral sobre o assunto, realizada neste momento no plenário da Câmara, ele declarou que o momento financeiro só pode ser comparado ao de 1929, quando a Bolsa de Nova Iorque quebrou. "Do ponto de vista da repercussão, intensidade e impacto econômico, só há comparação com a crise de 1929", definiu.

Segundo o ministro, a crise atual é "muito mais séria" que as ocorridas nos anos 90 (crises do México, da Ásia, da Rússia). "Todas essas foram regionais, não surgiram no centro do sistema financeiro. Agora, estamos vivendo uma crise que tem o epicentro nos países avançados", disse.

Reportagem - Rodrigo Bittar
Edição - Newton Araújo Jr.


(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br


A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'