11/03/2019 - 11h01

Exposição sobre fluxo migratório abre celebração do Mês da Mulher no Congresso Nacional

Sessão solene, premiações, palestra e lançamento de livro também fazem parte da programação

A Câmara dos Deputados inaugura, nesta terça-feira (12), às 16h, a exposição fotográfica “No Fluxo: Reflexos da Migração e Refúgios de Mulheres no Brasil”. A mostra, que marca o início da programação do Dia Internacional da Mulher no Congresso Nacional, retrata poeticamente um dos temas de enfrentamento da Defensoria Pública da União: a problemática dos fluxos migratórios atuais, com ênfase na questão feminina.

As imagens expressam trajetórias individuais de mulheres que tiveram suas vidas marcadas pela grande crise humanitária da atualidade. Por trás da diversidade das mulheres retratadas, estão suas histórias de superação de perseguições, de violências e de discriminações: são refugiadas ou migrantes que hoje vivem em segurança no Brasil, o país que as acolheu.

Os registros foram selecionados em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), órgão do Ministério da Justiça. A exposição fica em cartaz até 22 de março, das 9h às 18h, no Espaço do Servidor, situado no Anexo II da Câmara.

Nesta quarta-feira (13), às 14h, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, será realizado um Ato Solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, data que representa um marco nas reivindicações e lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho e pelo direito ao voto.

Em seguida, às 14h30, no mesmo local, ocorrerá o evento Pauta Feminina “Mais Mulheres na Política”. O projeto, cujo nome anterior era Quintas Femininas, é realizado desde 2013 pela Secretaria da Mulher da Câmara e a Procuradoria da Mulher do Senado Federal. Envolve palestras voltadas para o público em geral, com o intuito de despertar o interesse da sociedade para os principais problemas que permeiam a vida das mulheres e são de relevância para a pauta legislativa, como saúde, direitos trabalhistas, mulher e mídia, empoderamento, violência doméstica, entre outros. A edição de março de 2019 debaterá “O resultado eleitoral de 2018 e as estratégias para ampliação das candidaturas de mulheres em 2020".

Na segunda-feira 18, às 11h, no Plenário Ulysses Guimarães, haverá sessão solene em memória de Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro cujo assassinato completará um ano esta semana.

Na terça-feira 19, às 10h, também no Plenário da Câmara, será realizada sessão solene para entrega da Medalha Mietta Santiago. Concedida pela Secretaria da Mulher e pela Presidência da Câmara dos Deputados, a insígnia é voltada para pessoas, instituições ou entidades, campanhas, programas ou movimentos de cunho social, civil ou militar, nacional ou estrangeiro, por iniciativa relevante à nação brasileira relacionada aos direitos das mulheres. 

As agraciadas deste ano serão: Debora Foguel, doutora em bioquímica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); a cientista Gabriela Barreto Lemos; a vereadora assassinada Marielle Franco; a professora do Distrito Federal Gina Vieira Ponte, idealizadora do Projeto Mulheres Inspiradoras, e a médica Beatriz Bohrer de Amaral, que realiza trabalho de promoção da saúde da mulher, no diagnóstico precoce do câncer de mama e da osteoporose. 

Na quarta-feira 20, às 17h30, na Biblioteca Acadêmico Luiz Viana Filho, no Senado Federal, haverá o lançamento dos volumes 1 e 2 da Coleção das Escritoras do Brasil.

Já na segunda-feira 25, no Espaço Ivandro Cunha Lima do Senado Federal, localizado no Edifício Principal, será inaugurada a exposição dos indicadores de Gênero e Raça. A mostra poderá ser conferida até o dia 5 de abril, das 9h às 18h.

Para encerrar as comemorações do Mês da Mulher, na terça-feira 26 de março, às 10h, no Plenário do Senado Federal, será realizada a cerimônia de entrega do Prêmio Bertha Lutz. Trata-se de um reconhecimento da Casa legislativa às pessoas que se destacaram na defesa dos direitos da mulher e das questões de igualdade de gênero.

Os eventos são promovidos pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados em parceria com a Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal e apoio da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Para mais informações sobre a programação especial acesse a página da Secretaria da Mulher.