01/04/2019 - 20h00

Exposição apresenta produtos inovadores desenvolvidos no SESI e no SENAI

A mostra “Pelo Futuro do Trabalho”, exibida no Salão Negro do Congresso Nacional, apresenta projetos realizados por estudantes e em 92 centros tecnológicos como parte da missão das instituições de inserir o Brasil na Indústria 4.0

A exposição "SESI SENAI Pelo Futuro do Trabalho", montada no Salão Negro, pode ser visitada a partir desta terça-feira (2). A mostra apresenta produtos inovadores desenvolvidos em escolas e centros tecnológicos do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Entre as novidades, o visitante pode conferir, por exemplo, o Flatfish, robô submarino desenvolvido pelo Instituto SENAI de Inovação em Automação em parceria com a Shell e o Instituto Alemão de Robótica e Inteligência Artificial (DFKI). Primeiro protótipo do tipo desenvolvido no Brasil, o veículo autônomo realiza inspeções de dutos de petróleo e gás em águas profundas. Está exposto também o sistema inteligente de monitoramento de barragens de minérios, desenvolvido pelo Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados em parceria com a empresa Dona Francisca Energética. O equipamento automatiza o gerenciamento da operação e manutenção de barragens, o que torna o processo mais confiável, facilitando a tomada de decisões.

Na exposição, é possível saber como funciona o Guidoo, plataforma digital que acompanha hábitos alimentares, atividade física e relacionamentos para promover a saúde e o bem-estar dos usuários. Entre suas funcionalidades estão sessões de coaching de forma virtual, assim como grupos de desafios com metas de alimentação e exercícios. O produto foi desenvolvido pelo Centro de Inovação SESI em Tecnologias para a Saúde, que realiza pesquisas e oferece consultorias ao segmento, responsável por cerca de 10,5% do Produto Interno do Bruto (PIB).

Estão expostos ainda outros seis produtos desenvolvidos na rede de 26 Institutos SENAI de Inovação, de 58 Institutos SENAI de Tecnologia e nos oito Centros de Inovação do SESI distribuídos pelos país.

Educação Inovadora

As instituições também mostram projetos pedagógicos que ajudam a formar futuros cidadãos e profissionais. O SESI Matemática, por exemplo, é uma metodologia voltada a alunos do ensino fundamental e médio que utiliza tecnologia e inovação para estimular o raciocínio lógico e matemático de crianças e jovens. Alunos de cursos de educação profissional do SENAI também utilizam livros didáticos nacionais enriquecidos com tecnologias como realidade aumentada. A câmera do tablet ou do celular reconhece a imagem impressa do livro e consegue vê-la em três dimensões, com movimento, som e interação.

Há outros produtos inovadores desenvolvidos por estudantes estimulados por programas, como o Inova SENAI. O projeto Ícaro, desenvolvidos por alunos da Bahia, é um dispositivo de comando de voz para auxiliar na rotina de pessoas que utilizam cadeiras de rodas. O mecanismo ajuda o cadeirante, por exemplo, a beber água ou acionar dispositivos elétricos como televisão, ar condicionado e som. Já estudantes do Paraná desenvolveram luva-guia que, adaptado ao corpo da pessoa, detecta objetos e emite vibrações para que o usuário saiba que há um obstáculo durante a sua trajetória de locomoção.

A exposição comemora ainda os 40 anos dos barcos-escola Samaúma, que percorrem a região Amazônica levando educação profissional. Todos os cursos nas embarcações são gratuitos em áreas como Mecânica, Eletroeletrônica, Soldagem, Marcenaria, Construção Civil e Panificação. O objetivo é ensinar profissões e mostrar caminhos para mudar a realidade da população ribeirinha.

Sobre o SESI e o SENAI

Criado em 1942, o SENAI é o maior complexo privado de educação profissional e serviços tecnológicos da América Latina. Realizou mais de 75 milhões de matrículas ao longo de sua história. A instituição possui 587 unidades fixas e 457 móveis, incluindo os barcos-escola Samaúma I e II, assim como a maior estrutura de apoio à inovação e tecnologia na indústria no Brasil. No ano passado, realizou 1.334.971 ensaios laboratoriais e atendeu a 19.749 empresas com serviços técnicos e tecnológicos.

O SESI possui escolas orientadas às necessidades do mundo do trabalho, que adotam metodologias e currículos inovadores com foco nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática. Possui 501 escolas que realizam cerca de 1,2 milhão de matrículas em educação básica regular, educação continuada, educação de jovens e adultos e ações educativas. Oferece ainda aos trabalhadores da indústria, por meio de 114 unidades de vida saudável e 553 unidades móveis, serviços de saúde, segurança no trabalho, inovação, cultura, lazer e esporte.