04/12/2018 - 15h19

Edições Câmara vende 1.800 exemplares na Feira do Livro de Porto Alegre

Destaques foram as publicações de teor legislativo

A Edições Câmara vendeu 1.800 exemplares de suas obras na 64ª Feira do Livro de Porto Alegre, realizada em novembro, na Praça Alfândega, no centro histórico da capital gaúcha. Foram levados cerca de 40 títulos para serem vendidos. Entre eles, o box comemorativo de 30 anos da Constituição de 1988 e a primeira parte da coleção de João Camilo de Oliveira Torres, com as obras “A Democracia Coroada”, “Interpretação da Realidade Brasileira”, “Os Construtores do Império” e “A Formação do Federalismo”.

As mais procuradas foram as publicações de teor legislativo, como a Constituição em suas versões de box e de bolso e a Lei de Diretrizes e Base da Educação. O “Manual de Redação” e obras como “O Voto Feminino no Brasil” e o “Plano Nacional de Educação” também foram muito pedidos.

Entre os mais vendidos esteve também o romance “Úrsula e outras obras”, de Maria Firmina dos Reis, primeira autora negra de nossa literatura. Considerado o primeiro romance abolicionista da literatura brasileira, a obra se sobressai pelo pioneirismo na denúncia da opressão a negros e mulheres na sociedade paternalista e escravocrata do século XIX. O livro faz parte da lista de obras do vestibular do próximo ano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Além das vendas, a Edições Câmara fez um trabalho de divulgação de “Úrsula e outras obras” para professoras do ensino médio. A editora participa de feiras e bienais do livro desde 2011 e tem feito, ao longo desses anos, um amplo trabalho de divulgação de suas publicações e da atividade legislativa em várias cidades brasileiras. A participação nesses eventos conta com a parceria do Senado Federal.