Maia anuncia agenda conjunta com o Senado para reestruturar o Estado

17/05/2019 18h24
Manoel gomes | 03/07/2019 11h17
tem que permitir que o cidadão mensure independência econômica e poder da memoria de provimento ao desempenho.
João Francisco Nunes | 07/06/2019 14h50
boa tarde senhores senadores e Deputados Gostaria de compartilhar com você algos que é preciso para nosso países para os portador de doenças Espodilite anqilosantes do cid m45 está doenças não aparenta no pacientes mais dói muito a coluna lombar e coluna cervical e pescoço que tira a força das perna e a mobilidade do paciente quando o paciente chega no INSS para a pericia os perito reprova o paciente etá doença tinha que dar direito aposentadoria por invalidez porque não tem cura eu trabalhei 25 anos agora descobrir está doença e tenho que tomar remedia o resto da vida tenho que fazer pericia
Divaldo A Santos | 21/05/2019 21h02
O Congresso Nacional deveria se preocupar em fazer a REFORMA POLÍTICA. Existe hoje um grande abismo na representação política. A realidade política dos representantes está muito distante da realidade e desejos da sociedade brasileira,o povo não aguenta mais isso!
Divino Eterno Gomes | 20/05/2019 19h32
Lugar para reformar é que não falta, concordo com alguém que disse que mudar código penal (1950), imagine o quanto custa para o Brasil as burocracias desse direito, até para ir ao banheiro precisamos de advogado. E no mais tudo aqui é feito ou para dar votos para alguém ou alguém lucrar. É absurdo! O Congresso Nacional pode sim, dar em troca tudo que ele recebeu, afinal ele foi renovado para isso. Ou não? Ele tem tanta credibilidade quanto o mito. E o mito só está levando o País para o caos! Solução é solução e nesse momento precisamos demais!
Edwilson B Souza | 20/05/2019 13h49
Sim. Há discrepancias historicas absurdas no funcionalismo publico, que fica a mercê da vontade dos partidos politicos que estão no poder. Além disso, muitos beneficios e "penduricalhos" concedidos elevaram muito o salario de determinados grupos de servidores. Hoje o povo empobrecido sustenta uma casta (minoria que recebe altos salarios) ocupada apenas em obter beneficio proprio.
Sebastião Rodrigues da Silva | 20/05/2019 10h35
Urge por reforma política (especil, diminuir o peso dos políticos), reforma tributária, reforma administrativa, reforma dos códigos e leis (Código Penal de 1950?), reforma da Previdência, desde que atinjam todos os segmentos sociais, dariam para trabalhar noite e dia, todos os dias.
Sebastião Rodrigues da Silva | 20/05/2019 10h32
Parlamentares com interesses, poderia trabalhar dia e noite,todos dias. Os representantes,nossos, aliás, "Deles", esquecem de quem os elegem.Urge por reforma política (especil, diminuir o peso dos políticos), reforma tributária, reforma administrativa, reforma dos códigos e leis (Código Penal de 1950?), reforma da Previdência, desde que atinjam todos os segmentos sociais, etc..
Sebastião Rodrigues da Silva | 20/05/2019 10h18
O Brasil está precisando de tantas reformas, que daria para os Parlamentares, se tiver interesse, poderia trabalhar dia e noite e todos os dias. O fato é que nossos representantes, aliás, representantes "Deles", pois estão, simplesmente, preocupados com Eles próprios, esquecendo de quem os elegem. Precisam, sim, urgente, de reforma política (especilamente subtrair o elevado gasto dos políticos), reforma tributária, reforma administrativa, reforma dos códigos e leis (Código Penal de 1950?), reforma da Previdência, desde que atinjam todos os segmentos sociais, etc..
weberson | 20/05/2019 09h56
Crescer a economia deve rever a estrutura de custo e empreender ações do Estado. Minimizar ações sem resultados- As bonificações, incentivos, subsídios, auxílios...tanto para membros do corpo do Estado quanto para empresas sem respaldo. Por outro lado tem que ganhar mercado e abrir rotas econômicas de transporte para o pacifico. Buscar parcerias, inovar, incentivar pesquisa e ciência aplicada, novas opções de consumo e renda, fazer projeto de trinta anos melhorar a tecnologia e implementar ferramentas de qualidade, resultados, monitoramento e metas: educação, esporte,economia...e outros.
Carlos Eduardo | 20/05/2019 08h26
É lamentável que esse Poder fique conspirando contra o Brasil e desrespeitando o povo brasileiro. O Brasil tem a oportunidade de voltar a ser uma nação decente, mas com o discurso medíocre deste presidente da câmara, que não se preocupa com o Brasil, mas sim, em se livrar do próprio passado sujo que a mídia expõe de forma tíbia. Presidente Maia, saiba que eu não sou militante político ou partidário,sou trabalhador e acredito que o bem maior para o país e uma nação justa e que todos dos brasileiros sejam respeitados. Deixem de populismo de lado e respeitem a escolha do povo nas urnas.
<< < 1 2 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.