Comissão decide separar votação da reforma política em três relatórios parciais

18/04/2017 22h08
Luiz Urbano da Silva | 23/06/2017 17h17
O voto facultativo parece ser a única novidade, em favor do contribuinte. A "companheirada" quer aumentar o fundo partidário de menos de um "bi", para quase três e meio "bis". Quanto trabalho... Quanto mais complicado for o sistema, melhor para esses senhores engravatados. Não estão preocupados com os recursos públicos e, os juros exorbitantes que retiram da mesa dos brasileiros o pão que garante a sobrevivência do povo. Estes senhores, com raríssimas exceções, estão trabalhando para o capital que sufoca e atrasa o país. O mundo já está convencido de que o Brasil não é um país sério.
André de Jesus Sarmanho dos Santos Freire | 20/04/2017 14h08
O povo não consegue se defender das mensagens subliminares que recebem todos os dias da mídia e das redes sociais.A falta de raciocínio próprio impede que procurem saber (entender) se o que se estão defendendo são suas próprias idéias ou se estão sendo usados,se suas cabeças são "Vasos de Planta".Alguns inclusive se expõe em confrontos com a polícia ou com outros grupos políticos rivais.Quanta ingenuidade,é o que diria Zé Ramalho:em "Admirável Gado Novo".Pobres brasileiros!Acreditam em soluções como listas fechadas de candidatos de partidos,mais esquecem que a idéia saiu do seio da corrupção+
Erasmo Neto | 20/04/2017 09h18
Contra as propostas.No regime atual o foco é evitar o derramamento de sangue e confrontos violentos.O conceito de evolução é diferente de revolução.Com as leis atuais ficha suja não entra na disputa.A verdade esta em cada um de nós,quantas vezes erramos ao avaliar pessoas inclusive no âmbito familiar?O sistema atual é educativo explicativo.Ex:Fernando Color foi punido temporariamente,cumpriu a pena e o povo o elegeu Senador.Quem não quiser receber a pena é só observar para não cometer erros conhecidos e não usar a astucia para os conchavos.Fé racional é diferente de fé abstrata populista.
Joaquim Carvalho | 19/04/2017 19h41
André,nas listas abertas voc^vota em um canidato e seu voto é computado para o partido ou coligação,você vota em um candidato do PR da sua predileção por exemplo,mas seu voto ajudará a eleger candidatos do PT e do PCdoB que fazem parte desta coligação ou então você vota em um candidato honesto desta coligação mas seu voto ajudará a eleger muta ficha suja,Nas listas pre ordenadas os nomes estão lá bem visiveis,você toma conhecimento antecipado dos nomes de todos da lista,na lista aberta isto não acontece,a lista aberta é ultrapassada e fracassada
André de Jesus Sarmanho dos Santos Freire | 19/04/2017 13h11
A estória da adoção de listas fechadas de candidatos de partidos políticos, que na realidade nada mais é que uma relação dos integrantes de uma "patota", pretende manter o "status quo" das bancadas políticas dos partidos majoritários da Câmara e do Senado, onde existem ainda hoje, políticos profissionais que exercem mandatos nas Casas desde o tempo do Regime Militar. Essa estória de proposta de lançamentos de candidaturas em listas fechadas busca justamente manter essas criaturas, essas múmias políticas exercendo mandatos novamente como se fossem o donos do Poder Legislativo Brasileiro.
Erasmo Neto | 19/04/2017 08h40
O voto no Brasil não é obrigatório e sim o comparecimento nas seção eleitoral.Como discutir democracia direta com articuladores defensores do voto facultativo?Contra reforma,haja vista que as propostas não são coerentes, a fantasia mental de direita e esquerda para iludir o povo esta em via de extinção diante dos depoimentos revelados pelos delatores da operação lava jato.O time do coração é mais importante que escolas e hospitais,atendimentos básicos,na formação e sustentação da vida dos seres humanos residentes no Brasil.Ficha limpa para ser eleito, saindo os atos corruptos aparecem.Luz?
<< < 1 > >>

Comentar

Ainda restam caracteres.

Declaro que estou ciente e aceito integralmente o termo de uso.

Para solicitações – correção, pedido de material ou esclarecimento de dúvidas – entre em contato pelo Fale Conosco.