Seminário Internacional Novos Anseios da Política Externa Brasileira: Renovar para Avançar

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) realizará o Seminário Internacional Novos Anseios da Política Externa Brasileira: Renovar para Avançar
05/11/2019 18h20

Câmara dos Deputados

Seminário Internacional Novos Anseios da Política Externa Brasileira: Renovar para Avançar

A Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), realizará o Seminário Internacional Novos Anseios da Política Externa Brasileira: Renovar para Avançar, no dia 21 de novembro de 2019, das 9h às 19h, no Auditório Nereu Ramos. 

O objetivo do Seminário Internacional é o de reavaliar a inserção internacional do Brasil. Em janeiro de 2019, o País inaugurou um novo ciclo político comprometido com visão pragmática, não ideológica e proativa da política externa. Novas diretrizes foram adaptadas aos alicerces históricos da diplomacia brasileira, pautada, historicamente, pela defesa da autonomia, da independência e da soberania no relacionamento com os diversos atores internacionais.

Na seara bilateral, os novos anseios da política externa brasileira baseiam-se em ações pragmáticas no relacionamento com todos os países, inclusive os parceiros tradicionais, sem alinhamento automático ou preferências inócuas ao interesse nacional, ou seja, sem restrições ideológicas. Nesse contexto, o seminário internacional contará com três mesas dedicadas, respectivamente, às relações com os Estados Unidos da América (EUA), com Israel e com a República Popular da China.

No domínio multilateral, o seminário em tela priorizará dois veículos de cooperação internacional em áreas distintas. Na área da defesa, um painel discutirá a cooperação Brasil-OTAN, que ganha força a partir do anúncio dos EUA de designar o Brasil como aliado extra-OTAN. Outro painel enfatizará o aprofundamento das relações com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), de modo a beneficiar o País com a melhores práticas no trato da coisa pública e com a adoção de parâmetros que estimulem o comércio e os investimentos externos.

Nessa perspectiva, a discussão sobre o liberalismo comercial e econômico também estará presente no evento. Com a conclusão de negociações comerciais do Mercosul com a União Europeia e a Associação Europeia de Livre-Comércio, o Brasil transcende a velha retórica do embate entre multilateralismo e bilateralismo e avança na abertura de mercados para os produtos brasileiros. Ilustra-se, assim, o pragmatismo e a proatividade em contexto internacional marcado por rivalidades geopolíticas e o que se pode chamar de ressurgimento dos nacionalismos em escala global.

 

Inscrições:  https://www.camara.leg.br/eventos-divulgacao/evento?id=74189

Ações do documento