Moção de Solidariedade ao Acampamento Marielle Vive

O Acampamento Marielle Vive, situado na Estrada do Jequitibá, km 7, município de Valinhos-SP, foi criado no dia 14 de abril de 2018 com a ocupação da Fazenda Eldorado Empreendimentos Imobiliários. A área, comprovadamente improdutiva, estava abandonada nas mãos da especulação imobiliária para construção de condomínio fechado, não cumprindo, portanto, sua função social conforme determina a Constituição brasileira. Atualmente são cerca de mil famílias vivendo no local, em luta pela reforma agrária e construindo a proposta de um assentamento rural para preservação do meio ambiente, produção de alimentos saudáveis e desenvolvimento regional.

Diversas são as dificuldades enfrentadas pelas famílias acampadas, desde a ausência do poder público na asseguração de condições mínimas de dignidade, como água potável, acesso a postos de saúde, disponibilidade de transporte escolar e políticas de assistência social, como também casos de abuso policial e violência política, como o ocorrido no dia 18 de julho, quando uma caminhonete avançou na contra mão contra uma manifestação realizada em frente ao acampamento e, propositadamente, colocou uma marcha mais pesada e atropelou diversos manifestantes, atingindo de maneira fatal o acampado Luis Ferreira.

Para além do luto, das diversas violações de direitos e desassistência dos direitos básicos pelo Poder Público, as famílias sofrem uma ameaça de despejo em uma ação movida pelos antigos proprietários, que coloca em risco a manutenção de sua posse e situa o futuro de milhares de pessoas na profunda incerteza.

Ações do documento