Exames Pré-eleitorais

  • Tema: Exames Pré-eleitorais
    Idéia: A educação que se apresenta nas escolas desde a queda da Ditadura vem sofrendo com a falta de disciplinas que apresentem ao aluno uma visão do funcionamento do Estado Brasileiro.
    Apesar de não ser da minha época, meus pais diziam que se ensinava algo como OSPB (Organização Social e Política Brasileira), que hoje está extinta dos currículos do Ensino Básico e Médio. Pergunto: como o cidadão brasileiro pode votar e participar do processo de construção do seu País sem conhecer o Estado? Uma idéia parecida com esta foi lançada por Joana Lezan Sant'Anna, Rio de Janeiro/RJ, com o tema "Curso de Capacitação Política" neste site.
    Agora imaginemos esses mesmos cidadãos sem conhecimento sobre a estrutura do Estado Brasileiro candidatando-se a cargos eletivos como Vereador, Prefeito, Deputados Estadual e Federal, Senador e Presidente da República. E sabemos ainda que o processo eletivo não exige do candidato qualquer preparo para assunção do cargo eletivo e tão pouco a população tem a oportunidade de direcionar o seu voto, já que ela apenas pode acreditar no que o candidato diz em suas campanhas.
    Com isso, proponho que exista, após implantação do Curso de Capacitação Política, um exame para selecionar dentre os cidadãos que querem concorrer a cargos eletivos aqueles mais capacitados para exercerem a função a qual estão se candidatando.
    Tal argumento justifica-se pelo fato de qualquer cargo público exigir concurso para provimento (exceto os comissionados, o que é um erro gravíssimo, predispondo o já corrupto sistema ao mais puro nepotismo), mesmo aqueles mais simples. Um cidadão acharia correto uma pessoa tornar-se militar apenas sendo indicado para o cargo? Uma pessoa que lidará com armas, bombas, foguetes, processos de tomada de decisão que podem levar o país à guerra ser colocada dentro do Ministério da Defesa sem qualquer preparo.
    Será que não seria tão ou mais grave colocar um cidadão sem preparo para criar as leis do País? Um cidadão sem preparo para representar o País no exterior (qualquer semelhança com a realidade será mera coincidência!!)?
    Assim, o exame seria apenas para criar uma relação de candidatos que seriam escolhidos através do voto direto, permitindo que pessoas mais capazes levem o País a frente.
    Autor: Giuseppe Valitutti Netto


Ações do documento