Sugere a autonomia do Estado do Acre

Fazer do Acre, pelo seu isolamento natural dentro do Brasil,  uma região autônoma, onde a lei facilitará a aplicação de capitais estrangeiros, com alíquotas de tributação muito baixas ou nulas,  a existência de um conjunto de medidas estruturais tributárias criadas para tirar vantagem, e assim explorar a demanda mundial de oportunidades para se promover a captação de capital, com administração,  controle e benefícios diretamente ligados ao Banco Central do Brasil. A localização do Acre é eficiente para promover o desenvolvimento local, com as devidas regras,  sem afetar outras regiões, havendo a possibilidade de proporcionar a entrada de grandes financiadores ao Tesouro Nacional. 

ALEXANDRE BARCELLOS                   RIO BRANCO/AC                      SETEMBRO/2016

Ações do documento