Atribui aos Municípios com população acima de 300 mil habitantes a atribuição de zelar pela segurança de seus moradores

Atribuir, concomitantemente ao Estado, o dever aos Municípios, com população acima de 300 mil habitantes, de zelar pela própria segurança dos moradores em seu território, vez que o município assume o papel de ente federativo desde a prerrogativa constitucional em em função do alto grau de violência visto nas cidades e alta demanda. O sistema atual torna-se pouco funcional e obsoleto tendo em vista o desordenado crescimento das cidades e da violência, são diversos os exemplos, inclusive pessoal. A polícia do estado tornou-se hipossuficiente na solução, prevenção e controle dos diversos focos de criminalidade presentes nos municípios.

 

AMINE MUSTAFE SCHNECK FERREIRA             SÃO PAULO/SP           OUTUBRO/2016

Ações do documento