[an error occurred while processing this directive] PSDB cobra continuidade das investigações de denúncias contra Lupi - Agência Câmara de Notícias [an error occurred while processing this directive]
INTERAÇÃO
OUTROS VEÍCULOS
Pesquisar notícias
Ler últimas notícias
Notícias relacionadas
Leia mais sobre
05/12/2011 13:38

PSDB cobra continuidade das investigações de denúncias contra Lupi

Oposição aponta disputa entre partidos da base pelo Ministério do Trabalho; PT defende continuidade do PDT na pasta.

O líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), disse que a saída de Carlos Lupi do Ministério do Trabalho não é suficiente para encerrar as suspeitas de cobrança de propina a ONGs. O deputado disse que vai cobrar a continuidade das investigações. "É importante que as investigações sobre as irregularidades sejam feitas e a extensão do prejuízo causado aos cofres públicos seja medida, para que haja o ressarcimento", afirmou.

O líder disse que espera uma “faxina de verdade” em todos os ministérios a partir da reforma programada para janeiro pela presidente Dilma Rousseff.

Duarte Nogueira afirmou também que há “uma movimentação dos partidos no sentido de tentar ocupar a pasta, em especial o próprio PT, que já teve esse cargo no passado e continua cobiçando-o, até por uma disputa entre as centrais sindicais e as suas preferências partidárias".

O líder do PT, deputado Paulo Teixeira (SP), disse que a saída de Lupi foi inevitável. Ele afirmou que desconhece os rumores de disputa entre o PT, o PDT e o PMDB para assumir o Ministério do Trabalho.

"Desconheço os estudos para mudança na organização dos ministérios, mas uma coisa é importante afirmar: é fundamental que o PDT continue ocupando o ministério e dando a sua contribuição para o governo e apoiando o governo Dilma Rousseff. O PDT foi nosso parceiro nas eleições e é fundamental que continue assim", afirmou.

PDT
O PDT pretende se manter no comando do Ministério do Trabalho, segundo o deputado Miro Teixeira (RJ). Entretanto, ele defende a redução do número de ministérios e a imposição do poder da presidente da República de nomear quem ela quiser para a pasta . "Esse loteamento político está fazendo mal ao Brasil. É justo que se diga que não é uma coisa nova, isso vem lá de trás, mas é necessário interromper esse ciclo", afirmou.

Audiência cancelada
A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle cancelou a audiência pública que faria nesta terça-feira para que Carlos Lupi explicasse as declarações controversas dadas na reunião da mesma comissão no mês passado.

Lupi disse, na ocasião, que nunca viajou de carona em jatinho providenciado pelo dono de uma ONG suspeita de pagar propinas e negou que conhecesse o empresário, mas foi desmentido por vídeos e fotos.

Reportagem - Keila Santana/Rádio Câmara
Edição - Wilson Silveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara de Notícias'



[an error occurred while processing this directive]