Palestra sobre Mindset Sustentável é destaque no VI Seminário sobre planejamento sustentável

Assuntos como responsabilidade com o meio ambiente, eficiência pública e tomada de novas iniciativas pelos órgãos dos três poderes foram abordados nas palestras e debates que aconteceram nestes dois últimos dias.
28/06/2019 15h00

Laura Lowande

Palestra sobre Mindset Sustentável é destaque no VI Seminário sobre planejamento sustentável

Da esquerda para a direita - Valter Otaviano, Ketlin Scartezini e Francisco Gaetani

O evento foi sediado no Auditório do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e teve duração de dois dias, com início na quarta-feira (26) e término ontem, na quinta-feira (27).

A palestra Mindset Sustentável – uma questão de comportamento para a mudança de hábitos, ocorreu ontem às 14h no auditório do STJ e foi apresentada pelo doutor em direito econômico e socioambiental e Advogado da União, Valter Otaviano da Costa Ferreira Júnior.  

O advogado explica a abordagem de sua apresentação “Nesta palestra nós vamos mostrar a importância da conscientização dos cidadãos para com a sustentabilidade. Fazer com que as pessoas percebam que a sustentabilidade é muito mais do que o lado jurídico e técnico. Vamos mostrar que ela é engajamento, comprometimento, empatia em se colocar no lugar do outro”.

Valter explica a relação da sua palestra com o poder Legislativo “É fundamental que o poder Legislativo, ao elaborar as leis mostre aos cidadãos que eles são fundamentais na construção da sustentabilidade. Através disso, nós teremos o mindset de crescimento, que irá colaborar para que os cidadãos se tornem abertos ao cumprimento das leis de forma que entendam o propósito delas e que são geradoras de um bem comum”.

Além do advogado, a Assessora Chefe de Gestão Socioambiental do STJ, Ketlin Feitosa Scartezini também abordou a importância do evento em de forma mais abrangente “É um espaço para debates acadêmicos sobre sustentabilidade na administração pública dos três níveis de esfera de poder, como princípio norteador da eficiência operacional. Não é um evento voltado somente para o Judiciário, mas para o Legislativo e Executivo. Aqui discutimos práticas com viés econômico, social, ambiental”.

A assessora complementa “O tema deste ano ainda continua sendo a agenda 2030, além do papel dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS’s) e como as instituições podem contribuir para a execução desta agenda. Tivemos várias palestras com as temáticas definidas e algumas pílulas de casos práticos, onde os órgãos e tribunais trazem ações do dia-a-dia que vem acontecendo”.

Ketlin ainda ressalta a importância do Legislativo relacionada ao evento “O papel do Legislativo nestas discussões é importante porque são eles que têm movimentos interessantes na construção de muitas normas que contam com a participação da academia e dos grupos de interesse”.

Ações do documento

registrado em: