18/07/2016 19h00

Humor na TV e seus limites éticos

Ver TV reúne roteiristas e um professor para um debate sobre os formatos dos humorísticos na TV e se deve haver um lastro ético para a arte de fazer rir

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

O humor é um dos gêneros que atrai um grande público de espectadores para a TV em todo o mundo. No Brasil, ele herdou muito do que já se fazia no rádio - como a escolinha do Nho Totico, reformulada na TV para a Escolinha do Professor Raimundo. A sátira política sempre foi um ponto forte do humor tanto no rádio e na televisão - ao lado das críticas de costumes. Para conversar sobre as mais variadas formas de humor mostradas pela TV e seus limites nós convidamos:

Sírio Possenti, professor do departamento de linguística da Unicamp.

Cris Wersom, atriz e roteirista. Integrou o elenco dos programas é Tudo Improviso, na Band, e Olívias na TV, no Multishow.

Rafael Fanganiello, roteirista do programa tudo pela audiência, da Multishow.


O ator Bemvindo Siqueira, tem uma larga trajetória no humor em televisão. Participou da fase inicial da Escolinha do Professor Raimundo, e pode falar com conhecimento de causa sobre o que teria mudado no humor da TV nos últimos anos.

A TV Pirata foi uma experiência bem sucedida em programas de humor para a televisão. A cartunista e roteirista Laerte participou dessa experiência e fala do humor atual e seus possíveis limites.

Um dos maiores fenômenos da internet e da TV nos últimos tempos é o grupo Porta dos Fundos. Um dos seus integrantes, Gregório Duvivier, fala da relação do humor com a sociedade atual.

Apresentador - Lalo Leal
Produtor Executivo - Vitor Chambon