Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

30/06/2012 23h00 - Duração: 00:13:56

Talentos apresenta Henrique Neto Quarteto (bl.1)

Henrique Neto é violonista e, desde os treze anos, dedica-se à pesquisa e ao estudo dos diversos gêneros que compõem a música brasileira. Acaba de lançar o álbum "Caminhos Abertos", em que explora as diversas possibilidades de seu instrumento, o violão de sete cordas.

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

Henrique Neto é violonista e, desde os treze anos, dedica-se à pesquisa e ao estudo dos diversos gêneros que compõem a música brasileira. Acaba de lançar o álbum "Caminhos Abertos", em que explora as diversas possibilidades de seu instrumento, o violão de sete cordas.
Acompanhado por Felipe Viegas (teclados), Daniel Castro (baixo elétrico) e Renato Galvão (bateria), Henrique Neto apresenta algumas composições próprias como "Dança dos anjos", "Sem mais nem menos" e "Nunca é demais", além de canções de Garoto ("Jorge do Fusa"), Radamés Gnatalli ("Dança Brasileira"), Baden Powell e Paulo César Pinheiro ("Aviso aos navegantes"), entre outras.


SOBRE HENRIQUE NETO - O violonista Henrique Neto convive de perto com a música desde a infância. Seu pai, Reco do Bandolim, é presidente do Clube do Choro de Brasília e fundador da primeira Escola de Choro do país.
Henrique já dividiu o palco com músicos consagrados, entre eles Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda, Paulo Moura, Sivuca, Armandinho Macedo, Sebastião Tapajós, Manassés, Guinga, Dominguinhos e Paulo Sérgio Santos, entre outros.
Como integrante do grupo Choro Livre, apresentou-se em várias partes do Brasil e em países como China, Emirados Árabes, Uruguai, Argentina e Peru. Com seu trabalho solo, fez shows na Espanha, Estados Unidos, Tunísia, Portugal, República Tcheca e Áustria.
Seu repertório incorpora obras autorais e compositores de diferentes gerações. Com interpretações pessoais, toca do choro ao clássico sem esquecer a raiz brasileira, que orienta seu trabalho. Desde 2006, leciona violão na Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello e é formado no curso de Música da Universidade de Brasília.