Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

05/12/2014 18h00

Como identificar e estimular uma criança com altas habilidades?

Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades ou superdotação nos ensinos fundamental e médio

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

Estima-se que no Brasil existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades ou superdotação nos ensinos fundamental e médio. No entanto, o Censo Escolar de 2010 identifica apenas 11 mil estudantes.

TV CÂMARA
SUPERDOTADOS

Não é simples chegar ao diagnóstico porque os sinais podem ser confundidos com problemas como dislexia, déficit de atenção ou outros transtornos de aprendizagem.

Os superdotados têm raciocínio e aprendizagem rápidos, são curiosos, pesquisadores natos. Na infância, tendem a querer conviver mais com os adultos e podem ter problemas de interação social. Muitos apresentam baixo desempenho escolar por acharem as aulas desestimulantes e sem nenhum desafio.

Mas como identificar uma criança com altas habilidades? E quais são as escolas mais indicadas para esses casos?

Participação Popular conta com a presença das entrevistadas: a deputada Profª. Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO); Macaé Evaristo dos Santos, secretária da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), do Ministério da Educação, e Vera Lúcia Palmeira Pereira, presidente do Conselho Brasileiro de Superdotação (Conbrasd).

E nossa equipe externa vai estar no Centro de Ensino Médio Elefante Branco (CEMEB), em Brasília, entrevistando estudantes, pais de alunos, e também Valquíria Theodoro, presidente da Associação de Pais, professores e Amigos dos Alunos com Altas Habilidades / Superdotação do DF; e Maria Zuleide Vieira de Sousa, professora-tutora do Atendimento Especializado ao Estudante com Altas Habilidades /Superdotação DF.

Dicas rápidas aos professores de como identificar alunos superdotados

Texto de Selma Carvalho

A Revista "Nova Escola", da Editora Abril, em uma reportagem sobre alunos Portadores de Altas Habilidades e Superdotação, apresenta 24 "Dicas de como identificar alunos Superdotados".

Reserve alguns minutos para listar os nomes dos alunos que logo vêm à sua mente quando você lê as descrições abaixo. Utilize essa lista (preparada pelo MEC) como uma "associação livre" e de forma rápida. É provável que você encontre mais do que um estudante em cada item.

Quem exibir consistentemente vários dos comportamentos tem fortes chances de apresentar altas habilidades.

  • Aprende fácil e rapidamente.
  • É original, imaginativo, criativo, não convencional.
  • Está sempre bem informado, inclusive em áreas não comuns.
  • Pensa de forma incomum para resolver problemas.
  • É persistente, independente, autodirecionado (faz coisa sem que seja mandado).
  • Persuasivo, é capaz de influenciar os outros.
  • Mostra senso comum e pode não tolerar tolices.
  • Inquisitivo e cético, está sempre curioso sobre o como e o porquê das coisas.
  • Adapta-se com bastante rapidez a novas situações e a novos ambientes.
  • É esperto ao fazer coisas com materiais comuns.
  • Tem muitas habilidades nas artes (música, dança, desenho etc.).
  • Entende a importância da natureza (tempo, Lua, Sol, estrelas, solo etc.).
  • Tem vocabulário excepcional, é verbalmente fluente.
  • Aprende facilmente novas línguas.
  • Trabalhador independente.
  • Tem bom julgamento, é lógico.
  • É flexível e aberto.
  • Versátil, tem múltiplos interesses, alguns deles acima da idade cronológica.
  • Mostra sacadas e percepções incomuns.
  • Demonstra alto nível de sensibilidade e empatia com os outros.
  • Apresenta excelente senso de humor.
  • Resiste à rotina e à repetição.
  • Expressa ideias e reações, frequentemente de forma argumentativa.
  • É sensível à verdade e à honra.
Apresentação — Fabricio Rocha