Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Câmara Notícias > TV Câmara > Participação Popular > Participação Popular discute aumento de consumo de remédios tarja preta
20/07/2012 17:00 - Duração: 01:00:24

Participação Popular discute aumento de consumo de remédios tarja preta

Ao baixar e usar o vídeo, você automaticamente declara estar de acordo com o Termo de Uso.

O uso de remédios antidepressivos está sendo banalizado no Brasil. O consumo desenfreado desses medicamentos é tão grande que, segundo a Anvisa, eles são mais vendidos que os analgésicos Tylenol e Aspirina, entre outros medicamentos. Há alguns anos, Rivotril e Lexotan não apareciam em nenhuma lista dos remédios mais vendidos no país. O aumento do consumo desse tipo de medicamento no Brasil acompanha uma tendência mundial.
Remédio demais faz mal à saúde, mas a tentação de encontrar em pílulas o alívio para dores físicas e emocionais faz dos brasileiros os sextos no ranking dos maiores consumidores de medicamentos no mundo. As pessoas buscam soluções rápidas, como se antidepressivos ou ansiolíticos resolvessem tudo na vida e acabassem com todas as preocupações da vida moderna. E não são apenas os pacientes que estão exagerando, os médicos também estão numa epidemia de antidepressivos. O que fazer para mudar esse quadro?
Mande sua pergunta para o Participação Popular pelo 0800-619619, para o participacaopopular@camara.gov.br; ou pelo twitter @participacaopop.




Comentários

Eládio | 27/04/2013 11:15
Tem um detalhe GRAVE! que não foi posto em debate; por ex.: os Psiquiatras, ensiste na medicação contínua de, pacientes que NÃO sofre de crises frequentes. Alem, também, de ainda nos dias de hoje, esses pacientes, sofrerem torturas nos Hospitais; c/ a autorização desses profissionais.
Lidianne Bechara | 17/01/2013 14:32
Achei a entrevista toda muito estranha. Inicialmente, notei os ótimos profissionais, mas os apresentadores amadores, confusos e utilizando expressões fracas. No decorrer da entrevista foi piorando, pois os entrevistados perderam o controle sobre à forma de expressão, enquanto os entrevistadores não tentaram organizá-la ou, se tentaram, não foi de forma séria. O tema é interessante, aprendi algumas coisas, mas, no geral, foi uma entrevista estranha.
Emerson Costa Moraes | 09/09/2012 19:31
Assiste o programa somente hoje, este assunto é muinto importatante para o esclarecimento ao publico sobre o efeito,e consequancia sobre os remédios tarja,preta e os tarja vermelha,vendidos somente sobre retenção de receita médica..... Parabens pela entrevista
  • TV Câmara
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal