Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

12/11/2013 19h46 - Duração: 00:09:41

Presidente da Câmara refuta críticas que apontam criação de pautas-bomba na Câmara

Henrique Eduardo Alves classificou como irresponsáveis e injustas as afirmações de que a Câmara dos Deputados tem incluído na pauta projetos que vão aumentar gastos do setor público. Ele lembrou que muitas das matérias classificadas como “pautas-bomba” não foram criadas pela Câmara.

Incorporar:
A visualização e/ou o uso deste material está condicionada pelos Termos de Uso do Câmara Notícias.

Henrique Eduardo Alves classificou como irresponsáveis e injustas as afirmações de que a Câmara dos Deputados tem incluído na pauta projetos que vão aumentar gastos do setor público. Ele lembrou que muitas das matérias classificadas como “pautas-bomba” não foram criadas pela Câmara, mas já tramitam há vários anos no Congresso e, algumas delas, foram aprovadas pelo Senado sem qualquer crítica. Henrique Alves citou como exemplo a PEC 300/08, que cria um piso nacional para policiais, e o Projeto de Lei 7495/06, que institui o piso nacional dos agentes comunitários de saúde e combate a endemias. Os dois casos, segundo ele, são uma demonstração clara de que a Casa se tornou o para-raios das matérias polêmicas.
 




Comentários

Carlos Henrique Regis | 10/12/2013 11h01
Concorco com o nobre deputado, porém não concordo com a demora de não votarem logo essa pec, pauta bomba é a presidente da republica isentar a fifa de impostos, isso é que é bomba, por favor votem a pec 300, a segurança do brasil agradece