Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Você está aqui: Página Inicial > Câmara Notícias > Tv Câmara > TV Câmara - Ideias para o Brasil

TV Câmara - Ideias para o Brasil





A TV Câmara foi criada em 20 de janeiro de 1998, para transmitir as discussões e votações do Plenário e das comissões, dando maior transparência à rede de elaboração das leis que regem o dia-a-dia da sociedade. A partir de sua missão principal, tornou-se um veículo de promoção dos valores brasileiros e consolidou-se como um canal público de informação e cidadania.

Além de exibir ao vivo todas as sessões do Plenário, as equipes de jornalismo acompanham os trabalhos das comissões permanentes, CPIs, seminários e qualquer manifestação de interesse público. A linguagem recebe especial atenção, para traduzir ao telespectador o processo legislativo e tornar a notícia e a informação claras e acessíveis.

Edições diárias do telejornal Câmara Hoje mostram os bastidores e detalham os assuntos importantes do dia. O Câmara Agora traz flashes ao vivo a qualquer momento da programação. Na sexta-feira, a revista eletrônica Panorama consolida os trabalhos dos deputados na semana e o Fatos e Opiniões traz uma coletânea dos discursos em Plenário.

Programas temáticos e de debates vão ao fundo das questões e ampliam a visão do telespectador, facilitando sua tomada de posição: Expressão Nacional, Brasil em Debate, Participação Popular, Palavra Aberta, Comitê de Imprensa, Ver TV.

Uma vasta programação cultural valoriza a produção nacional e põe no ar todas as cores do mosaico brasileiro: Câmara Ligada, Talentos, Curtas na TV, Foco, Brasilidade, Sempre um Papo.

Enfim, uma TV pública, como esta, tem obrigações com a cidadania e a valorização do país, com a difusão de valores éticos, morais, sociais, artísticos e culturais do Brasil. Temas como a democracia, a defesa do consumidor, a proteção ao meio ambiente e o respeito aos direitos do cidadão são mais que um slogan; constituem o compromisso da TV Câmara, como um canal público de qualidade, em oferecer alternativa de boa programação para o brasileiro de todas as regiões e todas as idades.

Cobrindo 100% do território nacional, o sinal da TV Câmara está disponível em redes abertas e por assinatura. Via parabólica, operadoras de TV a cabo ou, no Distrito Federal, em UHF, a programação está no ar 24 horas por dia.

Prêmios

Em 2004, dois documentários receberam o prêmio Vladimir Herzog, a mais importante premiação jornalística da área de direitos humanos do país: "Florestan Fernandes – O Mestre" e a série "Contos da Resistência", composta por quatro episódios sobre o golpe de 1964 e a redemocratização do país.

Em 2005, o feito se repetiu. A TV ganhou um prêmio Vladimir Herzog na categoria Documentário, com o programa Brasileiros: "100 Dimensão", e outro na categoria Reportagem de Noticiário Diário, com a série "Índios, 500 anos de resistência", apresentada no Câmara Hoje. Outras produções da TV Câmara também mereceram distinções em 2005. O programa Foco "Microcrédito" obteve o Prêmio Betinho de Imprensa Livre, oferecido pela Agência Betinho de Desenvolvimento, e o jornalista Paulo José Cunha ganhou o Prêmio Engenho de Comunicação 2005 na categoria "Comunicador da Comunicação", pelo Programa Comitê de Imprensa.

Em 2006, "A Ilha de Dom Sebastião" levou dois importantes prêmios no 29º Festival Guarnicê de Cinema e Vídeo de São Luís (MA): Melhor Documentário da Mostra Refestança e Troféu Guarnicê de Melhor Argumento para a roteirista Marcya Reis.

Em 2007, a TV Câmara recebeu o Prêmio IGE de Jornalismo – Pelo Direito dos Brasileiros à Educação de Qualidade na categoria Televisão Nacional. A matéria vencedora tratava de um dos principais problemas da educação brasileira: a reprovação. Era a primeira reportagem de uma série especial sobre grandes temas nacionais, exibida no período eleitoral, com o objetivo de oferecer ao cidadão elementos para fazer uma escolha mais consciente. Também em 2007, o Programa Comitê de Imprensa recebeu menção honrosa no Prêmio Confea de Jornalismo, pela edição em que os deputados Ibsen Pinheiro e Alceni Guerra relatam o drama de quem é acusado sem comprovação pela imprensa.

O documentário "Chico Mendes - Cartas da Floresta" foi premiado com o troféu Ancantarea Imperialis como o Melhor Média-metragem no 4º Festival Internacional de Cinema Socioambiental de Nova Friburgo/RJ - Fri Cine Ambiental 2010 e recebeu Menção Honrosa no Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos de 2009.

Em 2010, o vídeo "Raça Humana", sobre cotas raciais para ingresso nas universidades públicas, recebeu o Prêmio Vladimir Herzog de melhor documentário. E a série de reprotagens "Combate à Tortura", que investiga e discute a tortura praticada atualmente em presídios e delegacias, recebeu Menção Honrosa na categoria TV: Tortura ainda resiste no País e Estado começa a reparar erro cometido contra jovem torturado por policiais.

Acessibilidade

As Sessões do Plenário, a partir da Ordem do Dia, e as Reuniões de Comissões dispõem de legenda oculta durante a exibição na TV, bem como os programas a seguir: Brasil Caipira, Brasil em Debate, Câmara Ligada, Comitê de Imprensa, Conversa com o Presidente, Expressão Nacional, Fatos e Opiniões, Olhares, Palavra Aberta, Panorama, Participação, Ponto de Vista, Sempre um Papo e Ver TV.

Veja aqui a lista com os documentários que têm legenda oculta na versão exibida na TV Câmara.

O Site da TV Câmara

Integrante do portal Câmara Notícias da Câmara dos Deputados, o site da TV Câmara traz para a Internet as transmissões ao vivo feitas por todos os canais da emissora, e um imenso arquivo de produções, antigas ou novas, para quem quiser assistir de novo ou em horários diferentes.

Todas as produções são protegidas pela legislação brasileira de direitos autorais, e todas elas (excluídas as produções de terceiros) podem ser usadas livremente por outras emissoras, portais e aplicativos para exibição e streaming de vídeo, escolas e instituições de ensino, publicações multimídia, etc. Salvo indicação em contrário -- como ocorre com os vídeos do Baixe e Use --, todo esse material pode ser utilizado de acordo com a licença de uso Creative Commons BY, que exige apenas que seja dado crédito de autoria à TV Câmara.

Com sua presença na internet, a TV Câmara busca reforçar seu papel de divulgar e universalizar o acesso à informação sobre as atividades da Câmara dos Deputados, estimular a participação e contribuição dos cidadãos a seus programas ao vivo, permitir a pesquisa e a recuperação de informações, e permitir a redistribuição ampla e livre de informações que, afinal, são de interesse e propriedade de todos os brasileiros.

  • TV Câmara
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal