Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

20/09/2014 00h01 - Duração: 00:13:08

Walter Silveira fala de música, poesia, e de arte em geral - Bloco 1

Atualmente Walter Silveira traz a exposição Blackberry ao Centro Cultural da Caixa, em Brasília, ele nos fala de música, poesia, e de arte em geral.

Divulgação
Amarra, Obra de Walter Silveira de 1996
Amarra, serigrafia sobre cartão. Obra de Walter Silveira de 1996
O Trilha das Artes conversa desta semana com Walter Silveira,  artista multimídia nascido em São Paulo em 1955, Walter Silveira é videoartista, artista gráfico, poeta visual e profissional de televisão.
Graduado em rádio e televisão pela escola de comunicações e artes da universidade de São Paulo, dirigiu durante as programações da TV Gazeta e TV Cultura, em São Paulo. Ele também fundou a primeira escola de vídeo do Brasil. Trabalhou ao lado de figuras como Haroldo e Augusto de Campos, Arnaldo Antunes e Tadeu Jungle.
Participou da produção de "A Trama do Gosto" (bienal de São Paulo, 1986), do projeto "Arte/Cidade" (São Paulo, 1994) e apresentou trabalhos na bienal de São Paulo nos anos de 1987, 1994 e 1998.
Em parceria com o fotógrafo Fernando Laszlo, expôs "Dados" na galeria millan, 1998. É também autor do livro "Mein Kalli Graphics", de poemas manuscritos. Sua mais destacada exposição foi "Luzescrita," em parceria com Arnaldo Antunes e Fernando Lazlo, realizada em 2010 no Solar do Ferrão, em Salvador, e em 2011, no Palácio das Artes, em Curitiba, e apresentada na Caixa Cultural Brasília em maio de 2014. Atualmente traz a exposição Blackberry ao Centro Cultural da Caixa, em Brasília, ele nos fala de música, poesia, e de arte em geral.
Músicas: Marina (Dorival Caymmi); Tropicália (Caetano Veloso); Ela é tarja preta (Arnaldo Antunes); Polícia (Arnaldo Antunes/ Titãs); Refazenda (Gilberto Gil).
Apresentação - Marco Antunes
Produção - Renata dos Reis
Coordenação de Núcleo - Mônica Montenegro