Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

09/12/2018 00h01

MPB, funk e psicodelia se misturam em "A Bad Donato" - Bloco 1

O Trilha da Meia-Noite desta semana destaca o trabalho eletrônico de João Donato, começando pelo disco de 1970

09 de dezembro, às h

Apesar de ter ficado conhecido como um dos divulgadores da bossa nova pelo mundo, o pianista e compositor João Donato andou flertando algumas vezes com os sintetizadores e fazendo trabalhos com uma pegada bastante eletrônica. Tudo isso começou com um convite da gravadora Blue Tumb Records, de Los angeles, para que ele gravasse um disco com total liberdade de produção. O trabalho foi capitaneado pelo arranjador Eumir Deodato e contou com a presença da orquestra de Stan Kenton, do baterista Dom Um Romão e do violonista Oscar Castro Neves. O resultado foi um disco que mistura música brasileira com funk, rock e elementos de pura psicodelia. A Trilha da Meia-Noite desta semana destaca o trabalho eletrônico de João Donato, começando por esse disco de 1970, intitulado “A Bad Donato”.

O programa traz ainda o álbum “Donato Elétrico”, lançado em 2016 e considerado por muitos críticos e fãs como uma espécie de continuação de “A Bad Donato”, e a parceria de João Donato com seu filho Donatinho, no álbum “Sintetizamor”, lançado em 2017. Nesses três trabalhos, João Donato esquece o tradicional piano acústico e se dedica aos sintetizadores e pianos elétricos, especialmente o famoso Fender Rodes, que foi febre entre os tecladistas nos anos 70.

Para enviar críticas e sugestões para o programa, mande um e-mail para: radio@camara.leg.br, ou use o nosso WhatsApp: (61) 99978-9080.

Seleção musical e apresentação - Edson Junior