Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

13/07/2017 19h10

Maia diz que denúncia contra Temer só será votada com presença mínima de 342 deputados no Plenário

Presidente da Câmara não descarta votação na próxima segunda-feira (17), último dia dos trabalhos legislativos antes do recesso parlamentar

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta quinta-feira (13) que só vai pautar a denúncia contra o presidente Michel Temer no Plenário com o quórum mínimo de 342 parlamentares. Maia não descartou a votação na próxima segunda-feira (17), último dia dos trabalhos legislativos antes do recesso parlamentar. Segundo o presidente, caso o quórum não seja atingido na próxima semana, a votação da autorização para instauração de processo contra Temer por crime comum ficará para a primeira semana de agosto.

"Se for o interesse de todos os líderes a data de segunda-feira será a data para votar a denúncia. Espero que a gente consiga organizar a data de segunda para votação se tiver o apoio da maioria dos líderes a gente marca a votação para segunda, se não, deixamos para depois do recesso na primeira semana de agosto. Há uma certa confusão nesse tema (quórum), a questão é que não adianta atender o quórum de alguns e no dia seguinte uma ação no Supremo derrubar a votação".

Rodrigo Maia defendeu rapidez na votação da denúncia contra Temer para que a Câmara retome a agenda de reformas econômicas como a da Previdência e a Tributária.

Reportagem - Luiz Gustavo Xavier