Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

  • Retorne o texto ao tamanho normal
  • Aumente o tamanho do texto

Navegação Global

Você está aqui: Página Inicial > Comunicação > Rádio Câmara > Radioagência > Noticiário sobre a Operação Lava Jato cancela sessão do Plenário

18/05/2017 09h58

Noticiário sobre a Operação Lava Jato cancela sessão do Plenário

Informações citam delação premiada de donos do frigorífico JBS, que envolveriam o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves

Plenário da Câmara é encerrado com notícia sobre delação envolvendo presidente da República. A discussão em Plenário girava em torno de duas medidas provisórias. Uma delas trata da regularização fundiária em terras urbanas e também na Amazônia. O texto é complexo, mas havia sinais de que poderia ser feito um acordo em torno do texto.

A segunda medida provisória é a 755. Ela foi editada no final de 2016, em meio a uma série de rebeliões em presídios. A medida autoriza a transferência de recursos do Fundo Penitenciário diretamente para estados e municípios, sem a necessidade de um convênio. A autorização foi transformada em obrigação. A Câmara aprovou esse texto. Faltava analisar ainda os chamados destaques, eles são sugestões de análise mais detalhada de um ponto ou até mesmo a retirada dele.

Eram sete horas e 32 minutos de quarta-feira quando a notícia chega ao Plenário, com o deputado Chico Alencar, do Psol do Rio de Janeiro:

"Faço um alerta, tô lendo aqui em vários órgãos de imprensa, respeitáveis, que os donos da JBS assinaram uma delação com gravações, inclusive do presidente Temer, para o silêncio de Eduardo Cunha. Algo que, a se confirmar, é uma verdadeira bomba atômica."

O clima no Plenário mudou. A sessão foi encerrada minutos depois. As duas medidas provisórias continuam na pauta de votação do Plenário.

Reportagem - Tiago Ramos




  • Rádio Câmara
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal