Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

24/04/2017 16h35

Congresso faz sessão solene para homenagear o 57ª aniversário de Brasília

A solenidade foi solicitada pelos deputados brasilienses Izalci Lucas (PSDB) e Rogério Rosso (PSD)

O Congresso Nacional homenageou, em sessão solene, o 57ª aniversário de Brasília. A homenagem ocorreu nesta segunda-feira (24) e foi solicitada pelos deputados brasilienses Izalci Lucas, do PSDB e Rogério Rosso, do PSD.

Izalci exaltou o fato de que a Brasília é a capital da arquitetura moderna do mundo, mas reclamou da falta de reconhecimento disso pelos brasileiros.

"Em todas as faculdades de arquitetura e urbanismo do planeta, Brasília é apreciada e estudada. Só aqui, em nosso próprio país, não é reverenciada e cuidada como deveria ser."

Izalci Lucas lembra que, a partir da fundação de Brasília, o interior do país ganhou mais visibilidade. O deputado lembrou que a mudança de capital tornou-se um símbolo de integração no país.

"Digo isso porque não se exalta o papel da capital nas suas linhas e curvas, antes impensáveis na arquitetura, e que fizeram da cidade um museu a céu aberto. Era preciso tirar o Brasil da praia e levá-lo ao sertão, era preciso desbravar, levar o progresso para todos os cantos país."

Já a deputada Erika Kokay, do PT Distrito Federal, lembrou que muitas cidades são construídas a partir de uma grande propriedade em que os proprietários se sentiam, também, donos de toda a cidade. Mas, segundo a deputada, Brasília é uma cidade construída por pessoas de todas as regiões brasileiras e que, por isso, não tem um único dono.

"Brasília é diferente, é fruto de um projeto de desenvolvimento nacional. Brasília atraiu brasileiros e brasileiras do país inteiro que vieram aqui, (para) com suas próprias mãos transformar o barro vermelho em capital da esperança",

Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. Considerada a maior cidade do mundo construída no século XX, a capital brasileira tem 2,9 milhões de habitantes, vindos de todo o país.

Conforme estudo da Companhia de Planejamento do Distrito Federal, 52% das pessoas que moram na cidade são de outras regiões brasileiras, o que equivale a 1,5 milhão de pessoas que, em sua maioria é originária da região Nordeste.

Reportagem - Igor Caíque