Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

20/06/2016 10h00

Cyberbullying – saiba o que é e como evitar (interprograma)

Violência repetida. Assim foi definido o bullying, um verdadeiro mal do século nas escolas brasileiras. Essa palavra “estrangeirista” tornou-se parte de uma triste realidade brasileira que migra agora para o ambiente digital.

Os casos de cyberbullying já ultrapassam as ofensas ao vivo. Violência repetida, gratuita, sem motivo aparente, com domínio do agressor e enorme prejuízo para as vítimas. É uma ameaça sutil e invisível, que precisa ser enxergada pela escola, pela polícia e pelos legisladores.

Em depoimento à CPI dos Crimes Digitais da Câmara dos Deputados, a advogada Gisele Truzzi informou que as denúncias de intimidação pela internet, via ameaças, ofensas ou agressões, cresceram mais de 500% entre 2012 e 2014. E que tais crimes estão tipificados no Código Penal, ou no Estatuto da Criança e do Adolescente, no caso de menores de idade.

A denúncia é a única forma de conter os abusos. No site famíliamaissegura.com.br, a dica é o diálogo. Diálogo dentro de casa e, também, o debate na escola. Ensinar às crianças regras e direitos, além de deveres, e também como distinguir um ataque à honra da pessoa de uma simples crítica pessoal são passos muito importantes. O principal é não se omitir, nem estigmatizar o agressor ou a vítima.

Eu sou a Beth Veloso e este é o Papo de Futuro. Dúvidas e sugestões para papodefuturo@camara.leg.br.