Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

22/01/2016 11h24 - Atualizado em 25/08/2016 14h48

Existe vida do outro lado (interprograma)

Na internet, não faça aos outros o que não queres que façam a você. Tenha um pingo de autocrítica

Olá! O desalinho entre a nossa capacidade de criticar e de fazer autocrítica já levou milhões de pessoas ao divã. Na armadura digital que a internet se tornou, são usados fuzis, bombas de gás e todo tipo de veneno químico que se pode ver na forma de palavrões, discussões pífias, acusações pessoais e outros shows de extravagância.

Mas ninguém suporta a chuva fina sobre o seu telhado. Porque, na internet, não parece valer a regra universal da lei da reciprocidade: não faça aos outros o que não queres que façam a você. Ou seja, tenha um pingo de autocrítica. Seja fiel, não aos bons modos, mas a você mesmo e seus princípios universais.

Além do filtro muitas vezes moralista, mas, sempre, implacável dos termos e condições das redes sociais e outros aplicativos, o filtro mais importante é você. A velocidade da rede não favorece esses minutos de silêncio preciosos que separam a emoção da razão e fazem de muitos internautas uns “línguas de trapo”: falam mal de tudo e de todos! Eles se esquecem que a Internet nunca se esquecerá deles! E nem todo impropério, no futuro, será perdoado! Recomenda-se, antes do clique fatal, não custa fazer 5 segundos de silêncio. A decência digital agradece.

Eu sou a Beth Veloso e esse é o Papo de Futuro. Mande suas dúvidas, sugestões e críticas para papodefuturo@camara.leg.br