Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

08/11/2018 11h36

Recém-eleito deputado federal, Túlio Gadelha (PDT-PE) chega à Câmara com agenda pautada em causas sociais

O novo deputado pretende formar uma frente de jovens parlamentares para uma oposição programática e não sistemática, para mudar a política feita no Parlamento nos últimos anos

O recém-eleito deputado federal, pelo PDT de Pernambuco, Túlio Gadelha, vai chegar à Câmara, na próxima legislatura, com uma agenda pautada em causas sociais. Segundo ele, o Brasil tem uma dívida histórica com os movimentos, como dos sem-terra e sem-teto; e com as populações negra e LGBT.

Nas urnas, o advogado e professor, de 30 anos, conseguiu mais de 75 mil votos em todo o estado.

Em entrevista ao Painel Eletrônico, Túlio Gadelha afirmou que, nos 12 anos de filiação ao PDT e de militância política ainda como estudante, sempre se preocupou com esses cidadãos invisíveis aos olhos do Estado, que precisa adotar políticas pública eficazes.

O deputado eleito pretende formar uma frente de jovens parlamentares do PDT, PSD, PCdoB e Psol para uma oposição programática e não sistemática, para mudar a política que vem sendo feita no Parlamento nos últimos anos. "Nossa intenção é apresentar propostas em bloco e não individualmente", disse.

Túlio Gadelha também afirmou ser contra a redução da maioridade penal e que, durante seu mandato, pretende atuar nas comissões de Educação, de Cultura, de Trabalho e de Administração e Serviço Público. O advogado e professor defende, ainda, a garantia de recursos para a educação superior; incentivos para a produção de produtos orgânicos; e uma reforma política capaz de reduzir a influência das oligarquias familiares e o fim da reeleição no legislativo.

Apresentação - Edson Junior e Elisabel Ferriche