Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

10/08/2018 10h29

Selecionados projetos que serão discutidos no Câmara Mirim 2018

Programa, que simula o processo legislativo com estudantes do ensino fundamental, será realizado nos dias 25 e 26 de outubro. Temas escolhidos tratam de acessibilidade, meio ambiente e acesso à internet

Foram escolhidos os três projetos que vão ser discutidos durante mais uma edição do Câmara Mirim, programa educativo promovido pelo site infanto-juvenil da Câmara dos Deputados, o Plenarinho.

Para apresentar detalhes de mais esta edição do programa, o Painel Eletrônico convidou a coordenadora do Câmara Mirim, a servidora Ana Cláudia Lustosa.

Na entrevista, ela falou sobre a escolha dos projetos, encaminhados por alunos do ensino fundamental, de todo o Brasil. Ao todo, o Câmara Mirim recebeu 966 propostas. Três foram selecionadas. E, agora, os estudantes vão participar, em Brasília, nos dias 25 e 26 de outubro, de simulação do dia a dia dos deputados, com discussão e votação das propostas em Plenário.

O Câmara Mirim começou em 2006, com a participação de 400 crianças, e permite que os estudantes possam ter uma visão mais crítica do trabalho no Parlamento. Conheça os projetos selecionados:

- o projeto Visão Waze, do estudante João Henrique Rinaldi, de Goiânia (GO), propõe o desenvolvimento de um aplicativo celular para ajudar no deslocamento de pessoas com deficiência visual pela rua.

- o segundo projeto selecionado foi da estudante Natália Oliveira Pereira dos Santos, de Blumenau (SC). Ele proíbe o uso de canudos plásticos, substituindo-os por canudos metálicos, de papel, vidro ou outro material que não cause danos ao meio ambiente.

- Já o estudante Ryan Alves Rocha, de Três Corações (MG), propôs substituir os orelhões por hot spots wi-fi e de livre acesso em todas as cidades.

Apresentação - Edson Júnior e Elisabel Ferriche