Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

11/05/2017 20h45

Violência patrimonial

Esta edição aborda situações em que o companheiro rouba o dinheiro e os bens da mulher, faz dívidas em nome dela ou, por ciúme, destrói seus objetos

De todas as formas de violência contra a mulher, talvez a mais invisível seja a violência patrimonial – as situações em que o companheiro rouba o dinheiro e os bens da mulher, faz dívidas em nome dela ou, por ciúme, destrói seus objetos.

Neste programa temos duas vítimas de violência patrimonial. Para preservar a privacidade delas, vamos usar os nomes fictícios de Ana e Maria. Ana, uma mulher pobre e de baixa escolaridade, foi explorada pelo companheiro por mais de quinze anos. Ele se recusava a trabalhar e ela chegou ao ponto de pedir dinheiro na rua para sobreviver. No fim, acabou sendo atropelada e ele ainda ficou com o seguro de vida.

A história de Maria também é impressionante. Ela financiou um carro para o companheiro, mas quando a relação terminou, ele desapareceu e deixou de pagar as prestações. O segundo companheiro tinha o hábito de destruir os objetos da casa e chegou a incendiar todos os bens pessoais de Maria e da enteada.

Esse tema espinhoso é debatido com a Procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados, deputada Gorete Pereira (PR-CE), e com a desembargadora que é uma das maiores especialistas no assunto, Dra. Maria Berenice Dias.

Para participar do programa, envie sua opinião pelo Disque Câmara 0800 619 619, e-mail radio@camara.leg.br ou pelo Facebook da Rádio Câmara.

Apresentação - Cynthia Sims