Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

04/04/2017 10h31

Redução dos juros do consignado - Bloco 1

Com a redução dos juros, o governo espera que quem tem dívidas mais caras com o cartão de crédito, por exemplo, quite o débito com um empréstimo consignado, que é mais barato

O governo reduziu de 2,5% ao mês para 2,2% ao mês a taxa máxima que pode ser cobrada nos empréstimos consignados para servidores públicos.

Aposentados e pensionistas terão redução de 2,34% ao mês para 2,14%. Estes percentuais são máximos, ou seja, o banco pode cobrar menos se quiser.

Estes empréstimos são aqueles que têm garantia de pagamento por desconto das mensalidades na folha de pagamento.

Com a redução dos juros, o governo espera que quem tem dívidas mais caras com o cartão de crédito, por exemplo, quite o débito com um empréstimo consignado, que é mais barato.

Apresentação - Silvia Mugnatto