Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

13/10/2018 22h01

Gypsy Jazz Club e o novo disco Menestrel - Bloco 1

Músicos de Brasília acrescentam ingredientes da música brasileira ao jazz manouche

13 de outubro, às 22h
Célio Maciel
Esquina do Jazz , 13/10/2018 - Gypsy Jazz Club
Gypsy Jazz Club

Menestrel, o segundo álbum do grupo, é uma reunião de músicas inéditas no melhor do jazz manouche, gênero que nasceu entre músicos de origem cigana nos anos 30 e cujo maior expoente foi o violonista belga-francês Django Reinhardt. O Gypsy Jazz Club é formado por talentosos músicos brasilienses e mescla o jazz manouche com a música brasileira ao incorporar novos elementos como o bandolim, o cavaquinho e o fraseado do choro. No grupo, o violão manouche é comandado por Eduardo Souza. No bandolim e no violão tenor, Victor Angeleas; no cavaquinho, Pedro Vasconcellos; e no contrabaixo acústico, Igor Diniz.

Apresentação - André Amaro