28/08/2008 00:00

DR. PINOTTI

DOUTOR PINOTTI, do DEM de São Paulo, elogiou o Supremo Tribunal Federal por ter assumido a responsabilidade de decidir sobre o aborto de crianças sem cérebros. Para o deputado, o STF atua onde o Legislativo não decide.

DOUTOR PINOTTI explicou que a lei precisa ser mudada porque não é possível a sobrevivência de uma criança que nasce sem cérebro. Ele acrescentou que as mulheres devem ter o direito de realizar o aborto até para preservar a própria vida.

DOUTOR PINOTTI esclareceu que a mulher terá o direito de decidir se leva adiante a gravidez, seja por razões éticas, morais ou religiosas. Se ela decidir interromper a gestação, poderá fazê-lo sem cometer nenhum crime.




  • Rádio Câmara
    Expediente
    Disque-Câmara: 0800 619 619

Mapa do Portal